segunda-feira, 6 de fevereiro de 2023

Anunciado NOVO auxílio de R$ 1,5 mil; Confira quem pode sacar


 
Imagem: Reprodução/Google
As tempestades que atingiram o país nos últimos meses causaram muitos transtornos e danos a parte da população brasileira. Em algumas cidades, moradores de certas áreas perderam suas casas e todos os seus bens devido à chuva.


Para ajudar essas pessoas, a prefeitura anunciou a criação de assistência em dinheiro.O projeto de lei destinando recursos para o pagamento de benefícios já foi transferido do prefeito para a Câmara Municipal.


Auxílio municipal R$ 1.500



Batizada de Auxílio Municipal Pernambuco, a iniciativa contempla 706 famílias da cidade de Jaboatão de Guararapes algumas das quais são 1.500.000 reais. O município faz repasses com recursos próprios que somam mais de 1 milhão de reais.



Essas casas são formadas por pessoas que, apesar dos pedidos das autoridades municipais, não recebiam benefícios estaduais pagos anteriormente. A saída da administração municipal para garantir a dignidade desses cidadãos foi usar seus próprios recursos.



"Todos os recursos que recebemos do Estado foram pagos a mais de 12 mil famílias cadastradas, mas esse valor não foi suficiente para atender outras 706 famílias que perderam suas casas ou itens considerados essenciais, móveis, eletrodomésticos e outros itens essenciais. Como não houve resposta ao pedido de complementação ao Estado, pedimos à equipe que se esforçasse para apertar o orçamento e transferir os recursos das diversas secretarias para ajudar essas pessoas em situação de vulnerabilidade", explicou Mano Medeiros, prefeito de Jaboatão de Guararapes.



Quando será pago?



O projeto está sendo tratado como um assunto urgente pela Câmara Municipal para garantir que os pagamentos sejam feitos o mais rápido possível. A proposta inclui pessoas que vivem em extrema pobreza, sem-teto, pessoas deslocadas ou aquelas que sofreram perdas materiais devido a tempestades severas.



Você pode receber uma transferência de ajuda para um membro da família que está ativamente registrado em um único registro do governo federal (CadÚnico). Você também precisará provar que reside no município e comprovar o dano sofrido.



Foco na habitação



Além do auxílio emergencial, a prefeitura também estendeu o auxílio-moradia a 129 famílias cujas casas foram proibidas devido a um possível desastre. Enquanto isso, a administração também exigiu a construção de 308 unidades habitacionais em áreas não perigosas para garantir a segurança dessas pessoas.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário