quarta-feira, 21 de dezembro de 2022

Último prazo para sacar o abono salarial PIS/Pasep 2020


 
Foto: Reprodução
O trabalhador que ainda não sacou o abono salarial PIS/Pasep referente ao ano-base 2020, ainda tem mais uma chance para retirar o dinheiro. De acordo com a Caixa Econômica Federal, 440 mil pessoas não retiraram os valores. Eles terão até o dia 29 de dezembro deste ano para sacar a grana.

O abono salarial PIS é destinado aos trabalhadores com carteira assinada. Sendo a Caixa Econômica responsável em realizar os pagamentos. Já os servidores públicos têm direito ao PASEP que é pago pelo Banco do Brasil.

Quem pode receber o PIS/Pasep 2020
O trabalhador que possui cadastro no PIS Pasep há pelo menos cinco anos;
O trabalhador que recebeu remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base usado para apuração
O trabalhador que exerceu atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, de forma consecutiva ou não, no ano-base usado para apuração
Trabalhadores que tiveram seus dados informados corretamente pelo empregador (Pessoa Jurídica) na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS/eSocial).
O trabalhador terá direito de receber o valor de 1 salário mínimo caso tenha trabalhado 12 meses seguidos em 2020, ou receber um proporcional referente aos meses trabalhados. Por exemplo, quem trabalhou apenas seis meses, receberá metade de um salário mínimo.

Quem não recebe o abono salarial?
Não tem direito ao abono salarial PIS/Pasep 2020:

Empregados domésticos
Trabalhadores rurais empregados por pessoa física
Trabalhadores urbanos empregados por pessoa física
Trabalhadores empregados por pessoa física equiparada a jurídica
Direito dos herdeiros
A Resolução 838, de 2019, determinou que os valores do abono salarial não recebidos em vida pelos titulares ficam assegurados aos dependentes ou sucessores legais.

Como sacar?
O trabalhador com carteira assinada que tiver conta corrente ou poupança na Caixa, o valor será creditado automaticamente na conta. Para quem não possui conta, deverão ir a uma agência da Caixa, levando um documento de identificação oficial com foto e o número do PIS para poder sacar o dinheiro.

Já o servidor público que tiver conta corrente ou poupança no Banco do Brasil (BB), o valor será creditado automaticamente na conta. Para os servidores que não possuem conta no BB, terá que ir a uma agência, levando um documento de identificação oficial com foto e o número do Pasep, para poder sacar o dinheiro.

Quem não souber o número do PIS, poderá conferir no site do Meu INSS, pelo Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), no aplicativo do FGTS e no aplicativo Caixa Trabalhador.

Quem tem poupança social digital da Caixa pode movimentar o valor pelo aplicativo Caixa Tem.

Outra forma de sacar o dinheiro, é usando o Cartão do Cidadão com a senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e postos Caixa Aqui, de acordo com o calendário de pagamento.

Como consultar
O trabalhador da iniciativa privada, pode fazer a consulta do PIS por meio dos aplicativos Caixa Trabalhador e Caixa Tem, além do Portal do Cidadão. Há também o atendimento pelo Caixa ao Cidadão, no telefone 0800-726-0207.

Quem tem direito ao PASEP  pode ligar para a central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-729-0001 (interior). Outra forma de consultar o Pasep é pela internet, acessando Consulte seu Pasep.

Com informações do site: jornalcontabil

Nenhum comentário:

Postar um comentário