domingo, 25 de dezembro de 2022

Trabalhar e Viver na Áustria: Intercâmbios, Custo de Vida e Vagas [2023]


 
Foto: Reprodução
A Áustria é um país ímpar, possui aldeias nas montanhas, arquitetura barroca e uma história imperial incrível. Veja neste artigo: oportunidades, intercâmbios e muito mais!

*Texto de Amanda Corrêa e João Paulo Marinho

Localizada na Europa Central, a República da Áustria (nome oficial do país), mesmo sendo um país de dimensões pequenas, possui uma economia bastante estável e sólida. Com um excelente Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), tem como capital, a linda e cheia de encantos, cidade de Viena. Nesse texto, vamos trazer dicas e detalhes de como é trabalhar nesse país.  
Dicas de como é trabalhar e viver na Áustria
Para trabalhar na Áustria é preciso, antes de tudo, saber que você estará em um país com um alto nível de empregabilidade, no qual os salários são bastante elevados e, também, que há excelentes oportunidades de emprego para os profissionais qualificados. 

Para se ter uma ideia, o mercado de trabalho da Áustria, segundo o AMS, no ano de 2021, contava com 3,74 milhões de trabalhadores assalariados. Sendo dois milhões deles, homens e 1,74 milhões, mulheres. Outro fato é que 73,9% destes trabalhadores estavam no setor de serviços, 25,4%, na indústria e menos de 1% trabalhavam na agricultura e na pecuária. 

Morar na Europa: países mais fáceis para conseguir residência como investidor

Custo de vida
Quando olhamos para o impacto da sua oferta cultural, a Áustria é um dos países com maior oferta de entretenimento do mundo, apesar de não ser um dos mais caros. O custo de vida em Viena, que é a capital do país, por exemplo, não é tão elevado, se comparado a outras capitais do mundo. 

Segundo o Índice Global de Habitabilidade 2022, do Economist Intelligence, Viena encontra-se no 54º lugar na lista dos maiores custos de vida, sendo que são levados em consideração os custos como: aluguel, transportes públicos, atividades de lazer, roupas e alimentos. Além disso, o estudo também mostra que a Áustria oferece um bom custo benefício para quem trabalha e vive no país.

Empregabilidade
Com relação ao índice de emprego, a Áustria também apresenta excelentes números, sendo que mais de 73% das pessoas, em idade produtiva, possuem emprego remunerado. Esse número está acima da média de empregos da OCDE, que é de 65%.

Na Áustria, as pessoas trabalham 1.699 horas por ano, esse é um número bem menor que a média da OCDE, que é de 1.765 horas. Mesmo possuindo um grande número de mão de obra qualificada, a Áustria possui um alto índice de empregabilidade, sendo considerado um dos melhores países para quem quer investir em seu desenvolvimento profissional. 

Saúde
O sistema de saúde da Áustria é outro destaque à parte. Tido como um dos melhores do mundo, além de possuir um excelente atendimento médico, o país também é conhecido por investir pesado no desenvolvimento da medicina e nas instalações dos hospitais e centros médicos da Áustria, que são equipados com a mais recente tecnologia. 

Na Áustria, o sistema de saúde é, em grande parte, mantido pelas contribuições da previdência social e dos impostos, e, em sua menor parte, por fontes privadas. A saúde pública é coberta pelo seguro-saúde social e pelo seguro contra acidentes. Esses serviços contam, por exemplo, com ambulatório,  internações, reabilitação médica, medicamentos e exames de saúde preventivos.

Para as empresas, em caso de adoecimento involuntário do empregado, o empregador pagará os honorários por um tempo determinado, que dependerá do tempo de serviço e do tipo de empregado. Após esse período, o empregado receberá um auxílio-doença, da companhia de seguros de saúde, sendo este menor que o seu salário.  

Educação
A Áustria tem por característica investir na formação profissional desde muito cedo, sendo que 80% da população jovem, entre os 15 e os 18 anos, frequentam cursos profissionais, nos quais um sistema de “ensino dual” aproxima a educação das empresas.

Na Áustria, os cursos profissionais já podem ser acessados pelos alunos do 9º ano, combinando, assim, a parte prática e a parte teórica. Para se ter uma ideia, a WU Wien (Universidade de Economia de Viena) é uma das maiores universidades de economia da Europa, muito por causa desses grandes investimentos.

Contando com mais de 22 mil alunos, tem sua qualidade reconhecida pelas associações EQUIS, AACSB e AMBA, que constituem a creditação internacional mais importante para as universidades de economia. 

Moradia
Como já citamos anteriormente, apesar da Áustria estar entre os países mais ricos do mundo, o seu custo de vida ainda não é tão alto, se comparado a outros países europeus. Porém, assim como em boa parte dos países europeus, o aluguel está em alta demanda no país.

Por esse motivo, é preciso ficar bem atento a essa questão, pois, apesar de ainda ser um dos melhores custo benefício, o aluguel de um apartamento no centro de grandes cidades austríacas pode ser o maior peso em seu orçamento.

Profissionais de saúde na Áustria: país precisa atrair milhares de médicos e enfermeiros

Cultura
Conhecidos por serem um povo mais frio, diferente dos povos latinos, os austríacos, têm como característica condensar seus sentimentos internamente. Por isso, muitos os consideram um povo muito fechado. Mesmo com essa fama, os austríacos têm a música e a arte correndo em suas veias.

Viena, por exemplo, é conhecida como a capital da música e do romantismo. Então, não será muito difícil caminhar pelas ruas da cidade e encontrar um artista fazendo uma apresentação musical e encantando a todos com sua arte. 

Os austríacos são um povo muito rígido, quando o assunto é pontualidade, então eles não costumam tolerar atrasos. Tirar os sapatos antes de entrar em casa também faz parte do costume dos austríacos. Até porque, a formalidade também é o forte deles, o que fica ainda mais evidente na forma de cumprimentar, por isso, nada de beijos e de abraços no primeiro encontro. 

Um povo sem papas na língua: assim como a maioria dos europeus, os austríacos não vão aliviar na hora de expor suas opiniões. Entretanto, isso também tem um lado bom: nós somos brasileiros, podemos aprender muito com eles, principalmente, aprender a dizer não sem precisar de desculpas.  

Experiência de um imigrante na Áustria
Imigrar nunca é uma decisão fácil e com a Áustria não é diferente, por isso, um imigrante, antes de tudo, terá que se adaptar a vários fatores. Por isso, tanto a preparação emocional quanto a psicológica devem fazer parte do seu planejamento, para que sua experiência de morar fora não seja algo que trará arrependimento ao invés de prazer e realização pessoal. 

História local
Para conhecermos de onde vêm todas as tradições e costumes da Áustria, é preciso mergulhar um pouco na história desse país.

Na pré-história, foram formados os primeiros povos e foi durante o período Neolítico que esse povo começou a se dedicar à agricultura e à criação de gado. Por isso, só em meados do século VIII, os Lírios e os Celtas deram início ao comércio com o restante da Europa. Fincando suas raízes no vale do Danúbio.

Os conflitos também fazem parte da história do país, sendo a perda de territórios em combates, os ocorridos no período dos conflitos napoleônicos. Após a Segunda Guerra Mundial, o país teve seu território dividido em zonas de ocupação americana, britânica, francesa e russa, as quais foram constituídas em um único governo provisório, sendo que somente em 1945 foi estabelecido um governo nacional.

Os aliados desistiram da ocupação do país em 1955, período em que a Áustria seria separada da Alemanha. Em 1970, teve início, em Viena, capital do país, a construção da sede da Organização das Nações Unidas.

Receptividade dos nativos
Geralmente, quem visita a Áustria poderá ter a impressão de que eles são bem frios no tratamento com os estrangeiros. Isso pode ter a ver com o fato de ser um povo mais contido, com costumes diferentes dos que estamos acostumados no Brasil, por exemplo, mas em nada terá a ver com você, mas sim com o jeito deles. 

Eles podem não te receber com festa, mas também não irão te destratar sem motivos.  Como já falamos anteriormente, o povo austríaco tem a fama de ser bem direto, por isso, se não gostarem de algo, vão falar sem papas na língua. Também, cabe a nós, como imigrantes, aprender a viver com as diferenças culturais do lugar.

Empresa austríaca chega a Portugal e está recrutando

Documentos para trabalhar e viver na Áustria
Einzel Sicherungs Bescheinigung, esse é o nome dado à autorização de trabalho na Áustria, para estrangeiros. Essa autorização é solicitada pela empresa que irá contratar o profissional estrangeiro, antes mesmo dele desembarcar no país.

Os imigrantes altamente qualificados, oriundos de países em desenvolvimento, ainda podem optar pelo Rot-Weiß-Rot Karte (cartão vermelho/branco/vermelho, que são as cores da bandeira do país). Esse também é um modelo mais flexível de imigração para profissionais muito qualificados.

Para solicitar a permissão de residência para trabalhar na Áustria, o profissional deverá entregar os documentos relacionados abaixo, juntos com o contrato de trabalho que é fornecido pela empresa contratante, além de uma autorização emitida pelo serviço de empregos do governo austríaco.

Os documentos exigidos são:

Passaporte válido, com validade mínima de três meses e cópias de passaportes anteriores
Formulário de aplicação para a autorização devidamente preenchido e assinado (todos estão disponíveis no site)
Foto 3×4 recente
Cópia da certidão de nascimento
Certificado de Antecedentes Criminais
Comprovante de residência, na Áustria (carta do empregador, da escola ou contrato de locação de imóvel)

Profissões mais valorizadas na Áustria

Os profissionais mais valorizados, na Áustria, são aqueles com alta qualificação. Para se ter uma ideia, o salário médio de um executivo de empresas pode chegar a casa dos € 15.400 euros. O que garante um ganho anual de € 185,728 euros, mas, além desses profissionais, listamos as 10 profissões mais valorizadas e mais bem pagas na Áustria, confira:

CEO
Diretor
Advogado
Gerente bancário
Gerente de Recursos Humanos
Gerente de finanças
Gerente de TI
Desenvolvedor-chefe
Gerente de Projetos de TI
Engenheiro
Salário mínimo na Áustria

Alguns países europeus não possuem um valor fixo estipulado como salário mínimo para seus trabalhadores, esse é o caso da Áustria. Em contrapartida, existem acordos coletivos que protegem esses trabalhadores e seus direitos. 

Contudo, a Áustria, mesmo não aderindo a um salário mínimo para seus trabalhadores, possui um dos maiores salários da Europa. Em 2022, o salário médio, na Áustria, bateu o valor de € 2.609,41, já com as retenções e os impostos aplicados.

Salário na União Europeia: confira os valores por países

Oportunidade de intercâmbios para Áustria
Entre os vários destinos buscados por quem procura fazer intercâmbio na Europa, a Áustria é considerada uma das opções mais acessíveis aos cidadãos não europeus. O país também combina uma longa tradição no ensino superior com pesquisa de ponta, tornando-se um dos melhores destinos para quem sonha em fazer intercâmbio no país.

Com universidades muito bem avaliadas nos rankings internacionais, você terá a oportunidade de desfrutar de uma educação de qualidade e reconhecida internacionalmente. Destacamos, mais abaixo, algumas das melhores instituições de ensino superior da Áustria.

Universidade de Viena
Universidade de Tecnologia de Viena
Universidade Médica de Viena
Universidade de Economia e Negócios de Viena
Academia de Belas Artes de Viena
Universidade de Artes Aplicadas de Viena
Há, também, excelentes instituições privadas, das quais destacamos:

Universidade de Música e Artes da Cidade de Viena
Universidade Privada de Administração do FPE, Viena
Universidade Sigmund Freud em Viena
MODUL University Vienna
Outra opção, para quem deseja fazer intercâmbio no país europeu, são as escolas de negócio, como as seguintes:

Lauder Business School;
Escola de Negócios de Viena;
Universidade Privada de Administração do FPE Viena;
MCI Management Center Innsbruck;
Escola de Negócios Apsley.
Para solicitar o visto de estudante, você deve ter um comprovante válido de aceitação por uma instituição educacional, na Áustria, comprovante de meios de subsistência para cobrir sua estadia e seguro de saúde adequado. Alguns condados também podem exigir um certificado de boa conduta.

Com informações do site: vagaspelomundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário