terça-feira, 20 de dezembro de 2022

Procura por cursos à distância cresce 470% nos últimos anos


 
Foto: Reprodução
Em 10 anos foram mais de 470% o número de pessoas que optaram pelos cursos superiores na modalidade de educação a distância (EaD), de acordo Censo da Educação Superior 2021, divulgado recentemente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Já o Ministério da Educação (MEC), apontam que Na outra ponta, o ingresso nos cursos presenciais diminuiu 23,4%. 

Atualmente o estudante busca liberdade para estudar onde e quando quiser, com aulas 100% online e pensadas para o universo digital, além de proporcionar a inclusão e a democratização do conhecimento bem como o surgimento de novas demandas das tecnologias da informação estão entre os principais fatores que contribuíram para a mudança dessa panorâmica no ensino superior no Brasil.

As multiplataformas de aprendizagem são algumas das vantagens que o aluno encontra quando decide pelo ensino EaD, a qual utilizam vídeos, debates, games, podcast, exercícios, simulados e flexibilidade para ajustar o tempo de estudo com a rotina pessoal e profissional, conveniência e acessibilidade para estudar em diversos lugares. 

Confira algumas dicas de como estudar EAD:
1. Tenha um lugar organizado
O primeiro ponto é separar um ambiente para os estudos que seja confortável e que permita deixar seus materiais organizados. Assim, fica mais fácil estabelecer uma rotina de estudos e fazer seu tempo render mais, já que você não precisa ficar procurando cadernos, textos e outros itens.

2. Treine sua disciplina
Apesar da versatilidade do EAD, é preciso ter disciplina, já que a complexidade dos cursos é a mesma do formato presencial. Então, não procrastine: estude um pouco por dia para que as matérias não se acumulem. Com isso, você evita a ansiedade e o estresse e consegue aproveitar melhor os conteúdos.

3. Seja organizado
Além de disciplina, é preciso organização. Por isso, crie um cronograma de estudos semanal com os horários em que você vai se dedicar às aulas online. Se possível, respeite seu relógio biológico: caso você seja mais produtivo pela manhã, procure estudar nesse horário.

4. Crie uma lista de prioridades
Ao montar seu cronograma, considere as prioridades, como um trabalho para entregar ou prova. Com isso, você cria uma rotina que acompanha suas atividades, vai aprender melhor e não deixa nada para trás.

Com informações do site: folhabv

Nenhum comentário:

Postar um comentário