quinta-feira, 29 de dezembro de 2022

Número de CNPJs no vermelho passa de 150 mil no Ceará, diz Serasa


 
Foto: Reprodução
Ceará é o terceiro estado do Nordeste com maior quantidade de empresas inadimplentes. São 154.457 empresas cearenses com as contas no vermelho, o que faz com que esse seja o pior momento de CNPJs no vermelho desde janeiro de 2019, aponta levantamento da Serasa Experian.
Na frente do Ceará neste ranking nordestino, apenas Pernambuco (204.677 empresas inadimplentes) e Bahia (330.376).
No Nordeste, foram registrados mais de 1 milhão de empresas inadimplentes em novembro. De acordo com o Serasa, exceto por Alagoas, todos os estados da região tiveram o maior número de negócios no vermelho desde o início da série histórica do indicador.
No cenário nacional, bateu recorde o número de companhias com contas vencidas a pagar, com 6,4 milhões. Os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul lideram o ranking de unidades federativas com mais empresas inadimplentes no País.
Olhando o cenário nacional, são 45 milhões de débitos negativados no período, totalizando R$ 108 bilhões. Cada CPNJ no vermelho tinha cerca de 7 dívidas a pagar.

O economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, lembra que, desde o início de 2022, o índice de inadimplência de empresas não registrou qualquer queda, apenas se agravou. Ele comenta que a melhora desse quadro depende de uma reação em cadeia, que também envolve a redução da inadimplência das famílias.

"Para que esse cenário mostre uma visão mais positiva é necessário que os consumidores consigam sair da inadimplência, aumentem seu poder de compra e comecem a honrar com seus compromissos financeiros, além de consumir mais. Esses dois fatores deverão contribuir para o fluxo de caixa dos negócios que, só então, conseguirão se organizar financeiramente", pontua.

Com informações do site: opovo

Nenhum comentário:

Postar um comentário