terça-feira, 20 de dezembro de 2022

Novas categorias na CNH: é preciso fazer novos testes agora?


 
Foto: Reprodução
As novas categorias na CNH trouxeram mudanças que geraram dúvidas para os condutores brasileiros desde a sua implementação, em junho de 2022. Isso porque, pelas alterações, 13 modalidades de habilitação passaram a figurar no documento.

Contudo, ainda que os novos códigos sejam pouco conhecidos pela maioria dos brasileiros, ele correspondem apenas a critérios específicos dos veículos. Por exemplo, o número de cilindradas ou o tipo de câmbio (automático ou manual).
Confira a seguir o que muda com as novas categorias da CNH
Primeiramente, é importante explicar que as novas categorias na CNH não exigem que nenhum condutor volte para a autoescola para realizar provas práticas ou teóricas. Ou seja, não é necessário alterar a modalidade da carteira de motorista para se encaixar em uma destas opções.
Em resumo, as novas categorias na CNH são apenas para padronizar internacionalmente os diferentes tipos de condutores. Dessa forma, haverá maior facilidade para que agentes de trânsito de outros países possam fiscalizar quem dirige fora do Brasil.
Além disso, também permite que os motoristas estrangeiros que circulam em nosso país possam se relacionar às mesmas categorias que já se aplicam em outras partes do mundo.

Quais são as categorias da CNH brasileira com a mudança?
O Código de Trânsito Brasileiro continua com suas 5 categorias básicas (A, B, C, D e E). Com as novas categorias na CNH, o que se altera é que haverão subcategorias para cada uma delas.
Por exemplo, a categoria A, exclusiva para motociclistas, passou a ter 3 subcategorias. São elas:

A1: Genérica, aplicável para qualquer condutor de ciclomotor, seja com 2 ou 3 rodas;
A2: Para condutor de moto de até 300 cilindradas;
A3: Para condutor de moto de até 700 cilindradas.
O mesmo vale para as outras categorias, de acordo com a capacidade, peso ou tipo de veículo. As subcategorias já estão inseridas no documento novo dos motoristas.

Até o momento, não foram divulgadas se haverão mudanças para aqueles que forem realizar uma nova habilitação, mas o indicativo do Denatran é que todo o sistema da habilitação no Brasil continue da mesma forma.v

Com informações do site: seucreditodigital

Nenhum comentário:

Postar um comentário