segunda-feira, 26 de dezembro de 2022

MEC autoriza a abertura de 340 mil novas vagas em cursos técnicos


 
Foto: Reprodução
Se você está pensando em realizar um curso técnico, saiba que o Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), autorizou a abertura de mais de 340 mil vagas em cursos  técnicos, em 63 cursos distintos, constantes no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT).
De acordo com a Portaria nº 639, de 6 de dezembro de 2022 as Instituições Privadas de Ensino Superior (Ipes) terão o prazo de dois anos, a contar da publicação da Portaria para iniciarem os cursos.

A maior parte das vagas autorizadas são para cursos técnicos a distância, que totalizam mais de 318 mil. Já os cursos presenciais autorizados somam mais de 21 mil vagas.
Ainda de acordo om o MEC, as autorizações são válidas por até cinco anos e foram expedidas, em sua maioria, para os cursos técnicos de enfermagem, estética, recursos humanos, cuidados de idosos, serviços jurídicos, contabilidade, administração, vigilância em saúde, logística e comércio.

Todas as matrículas deverão ser registradas, pelo Ipes, no Sistema Nacional de Informação da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec).

Além disso, com o objetivo de sistematizar e desburocratizar o processo de autorização de vagas para instituições, o MEC  também, normatizou o processo, por meio da Portaria nº 314, de 2 de maio de 2022. As novas diretrizes estabeleceram critérios de habilitação e autorização, que visam ampliar a oferta de cursos técnicos em todo o país.

Todos os cursos aprovados serão ofertados na modalidade concomitante e subsequente, para atenderem aos estudantes que desejem cursar o ensino técnico, os que já estão cursando o ensino médio e também para aqueles que já concluíram o ensino médio.

Cursos Técnicos
O Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), apresenta os 215 cursos técnicos existentes, divididos em 13 eixos tecnológicos. Eles estão organizados e sistematizados por áreas de conhecimentos, competências e diferentes habilidades.

Cada eixo reúne um grupo de cursos, indicando para cada um a carga horária mínima, o perfil profissional de conclusão, infraestrutura mínima requerida, campo de atuação, além das ocupações associadas à Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).
O CNCT também reúne as normas associadas ao exercício profissional e às possibilidades de certificação intermediária em cursos de qualificação profissional, de formação continuada em cursos de especialização e de verticalização para cursos de graduação no itinerário formativo.

Para saber sobre os cursos ofertados os interessados devem acessar http://cnct.mec.gov.br/cursos . Neste link, será possível saber sobre todos os cursos disponíveis.

Com informações do site: informebrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário