sábado, 17 de dezembro de 2022

Confira os requisitos atuais para pedir o empréstimo consignado do Auxílio Brasil


 
Foto: Reprodução
No dia 10 de outubro, o governo federal liberou o empréstimo consignado do Auxílio Brasil. Dessa forma, além da Caixa Econômica Federal, outros 11 bancos estão oferecendo a nova linha de crédito. Assim, ficou estabelecido que os beneficiários do Auxílio Brasil só podem comprometer 40% do benefício a uma taxa de juros de 3,5% ao mês.
Portanto, de acordo com as regras anunciadas pelo governo, o valor da renda que poderá ser comprometida será de 40% do benefício. Sendo que até 35% poderá ser utilizado para o empréstimo pessoal e 5% poderá ser destinado a despesas com o cartão de crédito consignado.

Requisitos
Dessa forma, o consignado pode ser contratado pelo titular da família no Cadastro Único. Ademais, precisa ser titular da conta poupança social do Caixa Tem, onde o Auxílio Brasil é depositado. Assim, após a contratação, a quantia deve cair na conta em até dois dias úteis.
Bancos disponibilizam o consignado do Auxílio Brasil
De acordo com o Ministério da Cidadania, 12 bancos foram autorizados a disponibilizar o consignado do Auxílio Brasil:
Caixa Econômica Federal;
Banco Agibank;
Banco Crefisa;
Banco Daycoval;
Banco Pan;
Banco Safra;
Capital Consig Sociedade de Crédito Direto;
Facta Financeira;
Pintos S/A Créditos;
QI Sociedade de Crédito Direto;
Valor Sociedade de Crédito Direto S/A; e
Zema Financeira.
Mudanças no consignado
Um comitê formado por funcionários da Caixa Econômica Federal, no final de novembro, entregou à equipe do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) um documento onde sugere mudanças em algumas diretrizes da  instituição financeira. Assim, entre as sugestões, está a taxa de juros do empréstimo consignado do Auxílio Brasil, estabelecido em 3,45%.

“Há um risco inegável quanto ao prejuízo na condição das famílias que terão redução no valor do benefício e tornando ainda mais crítica a insegurança alimentar/sobrevivência da população”, indicou o comitê.

Com informações do site: seucreditodigital

Nenhum comentário:

Postar um comentário