quarta-feira, 21 de dezembro de 2022

Bolsa Família 2023 poderá ser solicitado por ESTE aplicativo


 
Foto: Reprodução
O Bolsa Família será uma realidade para os brasileiros em 2023. Apesar de não ter sido relançado oficialmente, sabe-se que a gestão do novo presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer transformar o atual programa de distribuição de renda Auxílio Brasil, novamente em Bolsa Família.
Dessa maneira, cresce cada vez mais o número de pessoas interessadas no extinto e agora provavelmente novo Bolsa Família. Seja por inscritos do Auxílio Brasil que se preocupam com a transição do programa social, quanto para famílias que buscam receber o benefício.

Como solicitar o Bolsa Família 2023
O primeiro ponto a esclarecer quanto a solicitação do Bolsa Família é que as famílias que atualmente recebem o Auxílio Brasil se encontrando em situação de pobreza ou extrema pobreza serão transferidos para o benefício normalmente, dessa forma, caso se enquadrem nas regras, não perderão o benefício.

Já para novas famílias, o modelo atualmente adotado para inscrição no atual Auxilio Brasil que deve se tornar Bolsa Família ocorre por meio do Cadastro Único de Informações Sociais (CadÚnico). O CadÚnico é uma plataforma ao qual o governo consegue identificar quais famílias têm direito a quais benefícios sociais.

Hoje em dia a inscrição para o CadÚnico ocorre com o interessado tendo que se dirigir a um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do seu município, para então formalizar a inscrição no Cadastro Único.

No entanto, a expectativa é que para 2023, a inscrição no programa social, seja ele Auxilio Brasil ou Bolsa Família, possa ser feito através do aplicativo de celular CadÚnico).
Tanto o aplicativo quanto o site poderão ser utilizados para a inscrição no CadÚnico que pode garantir acesso ao Bolsa Família, assim como diversos outros benefícios sociais pagos pelo governo federal.

Atualmente a plataforma serve para que os interessados possam realizar consultas, realizar o pré-cadastro, realizar atualização cadastral, dentro outros serviços , com o objetivo de reduzir as filas e o tempo de espera pelo atendimento nas unidades, já que as famílias chegarão com o pré-cadastro já pronto.

Benefícios do CadÚnico
Muitas pessoas pensam que o governo paga apenas o Auxílio Brasil/Bolsa Família para as famílias de baixa renda, contudo, além do benefício em questão, o governo também disponibiliza diversos benefícios como:

Auxílio Brasil;
Minha Casa Minha Vida;
Benefício de Prestação Continuada;
Identidade Jovem (ID Jovem);
Carteira do Idoso;
Telefone Popular;
Tarifa Social de Energia Elétrica;
Aposentadoria destinada a Pessoas de Baixa Renda;
Isenção no pagamento de taxas para inscrição em concursos públicos;
Água para todos;
Programas Cisternas;
ENEM;
Programa Nacional de Crédito Fundiário;
Bolsa Estiagem;
Bolsa Verde (Programa voltado ao Apoio à Conservação Ambiental);
Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
Programa Brasil Alfabetizado;
Programa Nacional de Reforma Agrária;
Crédito Instalação;
Carta Social;
Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti);
Serviços Assistenciais.
Vale lembrar que cada benefício possui suas próprias regras para concessão, contudo, em todos os casos é necessário que a família esteja inscrita no CadÚnico.

Como será o Bolsa Família 2023
O Auxílio Brasil que será transformado novamente em Bolsa Família deverá sofrer as seguintes mudanças em 2023:
Mudança do nome de Auxilio Brasil para Bolsa Família;
Fixado valor de R$ 600 (originalmente o Auxílio Brasil paga R$ 400 e o adicional de R$ 200 termina este mês);
Adicional de R$ 150 para crianças com até 6 anos;
Exigência de frequência escolar;
Acompanhamento da saúde familiar.

Com informações do site: jornalcontabil

Nenhum comentário:

Postar um comentário