sábado, 17 de dezembro de 2022

Benefícios do INSS vão subir de valor a partir de janeiro de 2023


 
Foto: Reprodução
A partir de janeiro de 2023, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) irá reajustar os valores de benefícios concedidos aos seus segurados como aposentadoria, pensão e auxílios. Também será reajustado o valor do BPC (Benefício de Prestação Continuada). 

Os valores reajustados já serão repassados a partir do dia 25 de janeiro. Cerca de 37 milhões de pessoas serão beneficiadas. Sendo assim, quem recebe aposentadoria, pensão e auxílios no valor de um salário mínimo, já receberá em janeiro o valor reajustado.

Para quem recebe acima de um salário mínimo os repasses com reajuste serão a partir do dia 1º de fevereiro.

Reajuste do INSS em 2023
De acordo com a Medida Provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), o salário mínimo a partir de 1º de janeiro, subirá de R$ 1.212 para R$ 1.302. O reajuste foi de cerca de 1,5% acima da inflação.

O aumento também influencia no teto do INSS, que subirá de R$ 7.087,22 para R$ 7.612,38. 

Os beneficiados com o BPC (Benefício de Prestação Continuada) que atualmente recebem R$ 1.212, passarão a receber R$ 1.302. Tem direito a receber os idosos a partir de 65 anos e pessoas com deficiência de baixa renda.

O reajuste no piso nacional também mexe com os atrasados do INSS. Aquelas pessoas que tiveram vitória na Justiça contra o INSS, estão recebendo atualmente por meio de RPVs (Requisições de Pequeno Valor) de R$ 72.720, o correspondente a 60 salários mínimos. Em 2023, esse limite subirá para R$ 78.120.

Calendário do INSS 2023: veja como consultar datas
A tabela completa pode ser acessada de forma fácil pelo site gov.br/inss/pt-br.
Após entrar no site, siga o passo-a-passo:
Localize a seção de Notícias. Então, clique em “Calendário de pagamentos 2023 já está disponível”;
Em seguida, clique no link “calendário de pagamentos 2023”;
Veja na tela o calendário de pagamentos de 2023 do INSS. Para baixar a imagem, basta pressionar “Ctrl + S” no teclado e clicar em “Salvar”.
O calendário é definido conforme o valor do benefício a ser pago, assim como o número do cartão do benefício do INSS, levando em conta o último número antes do dígito verificador. Exemplo: número do cartão 012.345.678-9, neste caso, o número final será o 8 que é o último número antes do dígito verificador (número após o traço).


Com informações do site: jornalcontabil

Nenhum comentário:

Postar um comentário