sábado, 3 de dezembro de 2022

Afinal, beneficiários do Auxílio Brasil vão receber 13º em dezembro? Tire dúvidas


 
Foto: Reprodução
O Auxílio Brasil é o maior programa criado pelo Governo Federal, considerando o pagamento contínuo e o valor das parcelas. No Brasil, cerca de 20 milhões de famílias recebem o benefício. Atualmente, as parcelas estão sendo disponibilizadas no valor de R$ 600.

Por causa do fim do ano de 2022, os beneficiários do Auxílio Brasil estão em dúvida se receberão a 13ª parcela do auxílio. Isso acontece porque o 13º salário é um direito de todo trabalhador brasileiro, incluindo quem é beneficiário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Considerando o processo de transição do governo, o presidente eleito, Lula, está buscando novas propostas para o benefício. A principal é que o programa voltará a ter a estrutura do Bolsa Família. Sendo assim, provavelmente não existirá mais o programa com nome de Auxílio Brasil em 2023.

Os beneficiários têm direito ao 13º?

A equipe de Lula comunicou que o futuro presidente pretende oferecer um adicional para os beneficiários. Trata-se de um valor extra de R$ 150, destinado a famílias com crianças de até 6 anos.

Inclusive, Lula deseja manter as parcelas de R$ 600 para que elas sejam vitalícias ao programa. Por outro lado, não existe nenhuma menção, até o momento, sobre pagamento de 13º salário para quem recebe o programa.

Por fim, para entender como será o governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, é preciso aguardar a tomada de posse, que acontecerá no dia 1º de janeiro de 2023. Dessa forma, será possível ter acesso às informações para ter certeza dos fatos.

Como funciona o Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é mais um programa do Governo Federal que veio para substituir o antigo Bolsa Família. Assim como o Auxílio Emergencial, ele começou a ser disponibilizado durante os anos da pandemia, entre 2020 e 2021.

Inicialmente, as parcelas eram repassadas no valor de R$ 400 para os beneficiários. Entretanto, após uma decisão do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), as parcelas mudaram para o valor de R$ 600 por um tempo determinado.

Por esse motivo, os beneficiários ainda recebem a verba de R$ 600, mas isso pode mudar. Por se tratar de um ano eleitoral, o valor extra de R$ 200 está previsto para acabar em dezembro de 2022. Somente após a tomada de posse do novo governo será possível descobrir o valor que será pago no próximo ano, no entanto, Lula já sinalizou a intenção de manter o Auxílio no valor de R$ 600.

Com informações do site: expressodosertao

Nenhum comentário:

Postar um comentário