sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

13º salário reduzido: Cuidado, isso pode ser fraude! Entenda


 


Foto: Reprodução
No dia 30 de Novembro, termina o prazo para as empresas pagarem a primeira parcela do 13º salário dos trabalhadores com licenças assinadas. Conforme estipulado em lei, a cota deve corresponder a 50% do benefício total.


A primeira parcela do bônus natalino não tem descontos como imposto de renda ou recolhimento ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Esses abatimentos só devem ser feitos a partir da segunda metade do valor que deve ser pago até o dia 20 de Dezembro.



Se o empregador optar por fazer a transferência com uma única atribuição, ele / ela deve fazê-lo até 30 de novembro. Nesse caso, o desconto para a segunda parcela já está incluso no cálculo.



Cálculo do 13º salário


Os benefícios são calculados com base no valor do salário que os trabalhadores recebem ao longo do ano, como adições, horas extras e comissões. Se a remuneração for fixa, o dia 13 corresponde ao salário de dezembro.



Se um empregado trabalhou menos de 15 dias em um mês, ele não estará na conta do subsídio de Natal este mês. Por outro lado, o período de licença-maternidade não gera descontos para as funcionárias.



Se o trabalhador não completar 12 meses na empresa, o pagamento do 13º salário é proporcional ao período de trabalho. Exemplo: Uma pessoa que trabalhou por 6 meses receberá metade do valor do benefício.



Descontos injustos



Quem já recebeu as primeiras parcelas e confirmou a incidência de descontos como imposto de renda e INSS deve procurar o departamento pessoal da sua empresa para entender o porquê. Como mencionado anteriormente, esse tipo de desconto é aprovado apenas no segundo turno.



Vale lembrar que uma pessoa cujo contrato de trabalho está suspenso recebe um bônus equivalente ao mês em que efetivamente trabalhou. Nesse caso, a empresa pode ser excluída do período contábil quando o empregado trabalhou menos de 15 dias.




Com informações do site: financasbrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário