terça-feira, 29 de novembro de 2022

Você sabe pedir o auxílio-doença do INSS? Veja como fazer


 
Foto: Reprodução
O auxílio-doença do INSS é um benefício para o trabalhador que está incapacitado de forma temporária para o trabalho.
Atualmente, pedir os benefícios no INSS é mais simples. O segurado pode fazer até mesmo pelo site ou aplicativo meu INSS.

No entanto, precisa ficar atento às regras e documentos que precisa enviar ou apresentar na perícia médica.

Todavia, em geral, é comum não saber sobre os direitos no INSS, nem mesmo como dar entrada nos benefícios.

Na leitura a seguir vamos dar informações sobre o auxílio-doença, quem tem direito, como pedir e quais documentos apresentar. Acompanhe!

Auxílio-doença do INSS: o que é?
O auxílio-doença funciona como uma licença que o trabalhador recebe no período em que está afastado por motivos de doença ou acidente, sofridos dentro ou fora da empresa.
Atualmente, esse benefício é chamado de auxílio por incapacidade temporária, porque existe uma previsão de retorno ao trabalho.

Portanto, é um benefício previdenciário pago pelo INSS ao trabalhador que esteja doente ou acidentado e, assim, impossibilitado de exercer sua função.

Nesse caso, o trabalhador tem de passar por uma perícia médica. Esse auxílio beneficia tanto o trabalhador, quanto a empresa, pois com o funcionário sem poder trabalhar, ela não precisa arcar com as despesas de seu salário, podendo até contratar alguém de forma temporária para cobrir a licença.

Mas, para ter direito a esse benefício, é preciso preencher alguns requisitos.

Quem pode solicitar o auxílio-doença do INSS?
Para solicitar o auxílio-doença, é preciso que exista a incapacidade temporária para o trabalhador e, além disso, deve cumprir outras 4 regras que são as seguintes:

1 – Incapacidade de trabalhar;
2 – Atestado e laudo médico;
3 – Qualidade de segurado (contribuir mensalmente ao INSS);
4 – Tempo de carência (12 meses).

Como pedir o auxílio-doença do INSS?
Atualmente, pode solicitar o auxílio-doença pelo site ou aplicativo meu INSS e, também, pelo telefone 135. Nesses casos, precisa agendar ou enviar os documentos pela internet.

Passo-a-passo para pedir o auxílio-doença
Acesse gov.br/meuinss ou baixe o aplicativo para celular (Android ou iOS)
Clique em ‘Entrar com gov.br”, se tiver cadastro, digite o CPF e a senha; se não tiver, clique em “Crie sua conta”
Selecionar a opção “Agendar Perícia”
Clique em “Perícia Inicial”, depois em “Selecionar”;
Na pergunta “Você possui atestado médico”, selecione “SIM” e clique em “Continuar”;
Clique em “Perícia Inicial”, depois em “Selecionar”;
Na pergunta “Você possui atestado médico”, selecione “SIM” e clique em “Continuar”;
Preencha as informações solicitadas e clique em “Avançar”;
Na opção “Anexos”, clique no sinal + para inserir o documento e clique em “Anexar”;
Selecione o documento que você quer anexar (atestado médico, laudos, exames e outros);
Clique em “Abrir” e depois em “Enviar”;
Siga os passos e clique em “Gerar Comprovante”;
Salve em seu computador ou celular.
Pedido de auxílio-doença foi finalizado. Agora, é preciso aguardar o retorno do INSS. Em alguns casos, costuma ocorrer em até 30 dias.

Documentação para pedir o auxílio-doença do INSS
O recomendado é juntar todos os documentos relacionados à doença que você tiver. Por exemplo, junte receituários, exames, medicamentos, atestados anteriores ao evento relacionado ao pedido.

Segue uma relação básica com os documentos principais:

RG e CPF
carteira de trabalho
laudos médicos e receituários
comprovante de endereço
comprovante do agendamento da perícia
CAT na hipótese de se tratar de acidente do trabalho ou doença ocupacional
formulário de requerimento preenchido e assinado
Para concluir vale lembrar que não existe uma regra para que seu benefício seja aprovado, mas, se você seguir essas orientações, estará no caminho para receber seu auxílio-doença do INSS.

Com informações do site: jornalcontabil

Nenhum comentário:

Postar um comentário