domingo, 27 de novembro de 2022

Emprega + Mulheres: Confira como garantir R$ 5 mil pelo aplicativo Caixa Tem


 
Foto: Reprodução
O Programa Emprego + Mulheres busca promover a inclusão e a sustentabilidade do público feminino no mercado de trabalho por meio de um incentivo especial ao empreendedorismo. Entre as medidas, temos um empréstimo de 5.000 reais. Se isso lhe interessar, consulte Como sacar o valor no aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Através do programa, as mulheres têm uma linha exclusiva. Aqueles que trabalham como pequenos empreendedores individuais (MEIs) garantem valor por meio de um programa de simplificação de microcrédito digital para empreendedores que também é conhecido como SIM Digital.

Ofertas de emprego + mulheres no valor de R$ 5.000

Vítimas de algum tipo de violência são prioritárias no recebimento de fundos. Essas medidas buscam melhorar a aprendizagem profissional para que o público feminino alcance mais oportunidades e melhores rendimentos.

Para pessoas físicas, o valor do empréstimo é de 2000 reais. Para quem trabalha como MEI o valor de R$500 pode ser contado pela Emprega + Mulheres. O programa também luta por igualdade salarial, ou seja, por salários compatíveis entre homens e mulheres nos mesmos cargos. Outra medida é a flexibilidade nas horas de trabalho para mães e pais de crianças de até 6 anos ou menores de idade para pessoas com deficiência.

O programa deverá atender mais de 30 milhões de mulheres brasileiras, especialmente aquelas que querem abrir um novo negócio e aquelas que já o fazem.

Segundo a Caixa, mulheres negativas também podem contar com a linha de crédito exclusiva do programa. Para encomendar um valor de 5000 reais para o Emprega + Mulheres, é necessário atender a alguns critérios. Eles são os seguintes:

Formalização do MEI;
Faça um curso do Sebrae;
Acessando ao limite de crédito.

O pedido de participação pode ser enviado pela Internet, ou seja, sem a necessidade de um atendimento presencial. Basta procurar benefícios através do aplicativo Caixa Tem ou também no site da Caixa Econômica.

Com informações do site: REDEBRASILNEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário