quinta-feira, 24 de novembro de 2022

Confirmado! Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil pode ser feito em 16 bancos; veja quais, taxa de juros e como solicitar


 
Foto: Reprodução

Desde o fim de setembro, o Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil já vem sendo oferecido pelos bancos habilitados pelo Ministério da Cidadania – confira a lista completa mais abaixo.
A nova linha de crédito permite que os beneficiários do programa tenham descontados de seus benefícios, todos os meses, as parcelas dos empréstimos contratados nas instituições financeiras.
Além de beneficiários do Auxílio Brasil, o empréstimo também pode ser solicitado por quem recebe o BPC (Benefício de Prestação Continuada).
A parcela do empréstimo pode ser de até 40% do valor do benefício. O pagamento será descontado mensalmente, direto no benefício da família, e pode ser parcelado em até 24 vezes.
A taxa máxima de juros permitida para o empréstimo consignado do Auxílio Brasil é de 3,5%. Porém cada instituição financeira pode adotar taxas menores do que essa. 
O valor do empréstimo é depositado pela instituição financeira na mesma conta onde é feito o pagamento do benefício. O banco tem até dois dias úteis após a contratação para efetuar o depósito do valor na conta de pagamento do benefício.

Bancos habilitados a oferecer o Empréstimo Auxílio Brasil

Aspecir – Sociedade de Crédito ao Microempreendedor e à Empresa de Pequeno Porte Ltda
Banco Agibank S/A
Banco Crefisa S/A
Banco Daycoval S/A 
Banco Inbursa S.A
Banco Pan S/A
Banco Safra S/A 
Caixa Econômica Federal
Capital Consig Sociedade de Crédito Direto S/A
Cobuccio Sociedade de Crédito Direto S.A.
Facta Financeira S/A Crédito, Financiamento e Investimento 
Pintos S/A Créditos
QI Sociedade de Crédito Direto S/A
União Seguradora S.A. – Vida e Previdência
Valor Sociedade de Crédito Direto S/A
Zema Crédito, Financiamento e Investimento S/A
Vale ressaltar que, embora todos os bancos acima estejam habilitados a oferecer o Empréstimo Auxílio Brasil, nem todos de fato já disponibilizaram a nova linha de crédito aos clientes.

Com informações do site: expressodosertao

Nenhum comentário:

Postar um comentário