segunda-feira, 12 de setembro de 2022

Governo promete Auxílio Brasil de R$ 800 e salário a quem arrumar emprego; entenda


 


Foto: Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, prometeu que irá pagar parcelas de R$ 800 do Auxílio Brasil paras os beneficiários que começarem a trabalhar. O benefício será pago além do salário recebido pelo emprego. A promessa foi feita em vídeo de campanha que foi ao ar nesta quinta-feira (8) na cadeia de rádio e televisão e será cumprida caso ele seja reeleito presidente nas eleições deste ano.
Na peça de campanha eleitoral, Bolsonaro cita que criou quatro milhões de postos de trabalho desde que assumiu o mandato, em janeiro de 2019, e afirma que vai criar mais seis milhões de vagas caso retorne ao Palácio do Planalto para um eventual segundo mandato.

Em seguida, um narrador anuncia no vídeo: “Os mais de 20 milhões de brasileiros que recebem Auxílio Brasil de no mínimo R$ 500, agora receberão mais R$ 200 se começarem a trabalhar. Vão ser R$ 800 mais o salário do trabalho.”

Apesar do compromisso, a peça orçamentária enviada pelo governo federal para análise do Congresso Nacional prevê a parcela mensal do Auxílio Brasil de R$ 405 para 2023. O valor atual é de R$ 600, até 31 de dezembro de 2022. De acordo com Bolsonaro, duas medidas podem ser consideradas para que os R$ 600 permaneçam no próximo ano, como vem prometendo.

Na primeira possibilidade, haveria a taxação de lucros e dividendos com uma alíquota de 15% a quem recebe mais do que R$ 400 mil por mês. Na segunda alternativa, seria apresentada uma Proposta de Emenda à Constituição para deputados e senadores estendendo o estado de emergência do Brasil, decretado até o fim deste ano e que permite o pagamento dos R$ 600.

O atual valor pago, inclusive, foi alvo de críticas e de investigação pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por ter sido proposto pelo governo às vésperas das eleições, como uma aposta interna para aumentar a popularidade de Bolsonaro e conquistar votos de eleitores. 

Pela legislação atual, os R$ 600 serão pagos em cinco parcelas, entre agosto e dezembro. Se nenhuma medida for aprovada para manter a cifra, os beneficiários voltarão a receber o valor pago até julho deste ano, de R$ 400. Além disso, quem possui emprego mas é beneficiário do programa pode continuar recebendo por mais dois anos, desde que a renda familiar não ultrapasse R$ 525.

A promessa de aumento do Auxílio Brasil é feita pelo mandatário em meio à campanha pela reeleição. Bolsonaro aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto. A disputa é liderada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT para retornar à Presidência da República. Os dois são adversários eleitorais, políticos e ideológicos desde a última campanha presidencial.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário