quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Nova parcela do ABONO SALARIAL disponível para trabalhadores até dezembro; confira o valor


 


Foto: Reprodução

Receber um dinheiro a mais no mês para conseguir fechar o balanço da casa no azul pode ser o desejo de muitos brasileiros neste momento de delicada situação econômica que o país atravessa. Sendo assim, há inúmeras formas de se conseguir uma renda extra. No entanto, algumas formas de “renda extra” são direitos obtidos pelo trabalhador.

Desta maneira, fala-se dos valores do abono salarial, direito que todo trabalhador que se encontra devidamente legalizado perante a lei possui. O direito do abono vale para todos os trabalhadores formalizados. Assim, as parcelas dos abonos salariais podem ser recebidas de forma relativa ao ano em que a pessoa desenvolveu alguma atividade.

Nova parcela do ABONO SALARIAL disponível para trabalhadores até dezembro; confira o valor
Abono salarial disponível para trabalhadores – Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Abono Salarial disponível 
As parcelas do abono salarial são pagas de forma atual, com referência ao tempo de trabalho que a pessoa teve naquele ano. Hoje em dia, a estimativa é de que, ao todo, cerca de R$ 428,4 milhões ainda estão no banco aguardando saque desta modalidade de pagamentos.


Deste modo, deve-se destacar que esse montante é referente ao esquecimento de 400 mil pessoas de sacar o dinheiro do abono. Os dados foram apresentados pelo órgão responsável, o Ministério do Trabalho e Previdência. 

Assim, vale lembrar que durante esse ano, duas dessas parcelas foram repassadas para a população. Os valores de até um salário mínimo para cada estão disponíveis para aqueles que ainda não fizeram o saque ou solicitação.  

Mas quem teve direito às parcelas?

As pessoas que trabalharam durante o ano de 2020 com carteira assinada e possuem no mínimo cinco anos de regime CLT, poderão sacar o abono salarial referente ao ano. Vale lembrar que os depósitos aconteceram entre os meses de fevereiro e março deste ano. 

A ideia era encerrar os pagamentos antes. Mas com o alto número de pessoas que não sacaram o benefício, a data limite foi prorrogada para o dia 29 de dezembro. 

Requisitos necessários
Esses pagamentos também são conhecidos como PIS/Pasep. O PIS é gerenciado pela Caixa Econômica Federal e é voltado para os servidores do serviço privado. Já o Pasep é pago pelo Banco do Brasil para os funcionários públicos a partir do Banco do Brasil. 

Para ter acesso ao valor é necessário seguir uma lista de requisitos. O primeiro deles é estar inscrito no PIS/Pasep por pelo menos 5 anos. Além disso, o funcionário precisa ter cumprido ao menos 30 dias de trabalho com carteira registrada no ano-base. Durante esse período, sua remuneração não pode ultrapassar o valor de dois salários mínimos.

Por fim, é necessário que o empregador tenha cadastrado as informações do servidor de forma correta na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou no eSocial.  


Com informações do site: pronatec, Luiza Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário