segunda-feira, 8 de agosto de 2022

IPVA: 18 veículos que ficam isentos do imposto a partir de 2023; veja se o seu está na lista


 


Foto: Reprodução

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado pela Lei nº 5.107 com o objetivo de proteger os trabalhadores demitidos sem justa causa.


O depósito equivale a 8% do valor do salário pago ou pago aos trabalhadores em contratos mantidos pela CLT. No caso de contratos de menor de idade, o percentual é de 2%.


É responsabilidade da empresa depositar o fundo de garantia e a Federação Kaisha De Economia Mika é responsável pela gestão do saldo.


Quem tem direito ao FGTS?


Antes de 10 de maio de 1988, a opção de pagamento do FGTS era opcional, mas após essa data, todos os trabalhadores administrativos da CLT que assinaram contrato de trabalho têm direito ao FGTS.


Também estão qualificados trabalhadores domésticos, rurais, temporários, intermitentes, soltos e travessos (trabalhadores rurais que trabalham apenas durante a safra) e atletas profissionais.


Os valores podem ser desenhados nas seguintes situações:


Demissão sem motivo

Aposentadoria;

Compra do primeiro imóvel.

ou doença grave.


Contas ativas X contas inativas do FGTS


Uma conta válida é uma conta operacional, ou seja, uma conta vinculada ao emprego atual do trabalhador e que recebe depósitos.



Uma conta inativa é uma conta que não recebe um depósito de 8% todos os meses porque o trabalhador não está mais no trabalho e não consegue fazer o trabalho, ou porque foi demitido ou demitido por um bom motivo. No entanto, as taxas de juros e as correções monetárias continuam.

 



Posso sacar o FGTS por conta inativa?



Sim! Nas seguintes situações:

Sempre que um novo ano começa, o brasileiro que tem um veículo na garagem precisa pagar o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). A alíquota do imposto é definida por cada estado brasileiro, e o valor da cobrança depende do automóvel em questão.


 
A boa notícia é todas as unidades da federação têm regras para isenção do IPVA. Na maior parte dos locais, o benefício é oferecido quando o veículo atinge um certo tempo de fabricação.


 
Isso significa que a lista de condutores isentos desse imposto cresce todos os anos, e em 2023 não será diferente. Para saber se você será contemplado, é preciso conhecer as regras adotadas na sua unidade federativa.


 
Isenção por estado


 
Carros com 10 anos de fabricação não geram cobrança de IPVA no Acre, Rio Grande do Norte e Roraima. A partir dos 15 anos de fabricação, não é preciso pagar o tributo no Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins.


 
São Paulo, Alagoas, Paraná e Rio Grande do Sul garantem o benefício a veículos com 20 anos de fabricação. Já aqueles fabricados até 1985 são isentos em Santa Catarina. Em Minas Gerais, existe uma redução gradativa do imposto de acordo com o modelo do carro.

18 veículos isentos do IPVA em 2023

Considerando os critérios informados anteriormente, veja alguns veículos isentos do IPVA a partir do próximo ano:

VW Gol;
GM Corsa;
Fiat Siena;
GM Celta;
Chevrolet Vectra Challenge;
Chevrolet Montana Sport;
Chevrolet Astra 2010;
Fiat Stilo Schumacher;
Jeep Wrangler 2002.
Fiat Brava 2007;
Fiat Fiorino 2002;
BMW Z4 2007;
Audi A3 2007;
Audi A3 2010;
Ford Ka 2007;
Fiat Uno 2002;
Citroën C3 2010;
Fiat Stilo Schumacher Season 2006.
 

Com informações do site: expressodosertao, editalconcursosbrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário