terça-feira, 2 de agosto de 2022

Atualização OBRIGATÓRIA no CadÚnico ativa benefícios? Saiba mais!


 


Foto: Reprodução
Beneficiados devem efetuar processo para não ter benefícios cancelados.

Se você recebe algum tipo de benefício do governo, com certeza conhece o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Essa ferramenta é responsável por reunir milhares de informações das famílias brasileiras. 

Recentemente, a plataforma passou a emitir avisos de que algumas famílias precisam efetuar o processo de atualização do cadastro. Muitas pessoas acabaram ficando em dúvida. Entenda melhor a situação a seguir. 

Atualização do CadÚnico
Sendo um dos principais meios de manter os cadastros das famílias beneficiadas pelo governo, é claro que o CadÚnico precisa passar por atualizações de tempos em tempos. Foi o que ocorreu agora. 

Primeiramente, o Ministério da Cidadania solicitou que as famílias regularizem suas informações na plataforma, para que assim pudessem oferecer um pagamento mais justo. Ele é responsável por diversos valores repassados. 

Dentre eles temos o auxílio Brasil, a Tarifa Social de Energia Elétrica, o Vale-Gás e vários outros. Cada um deles possui requisitos diferentes. No entanto, fazer a atualização é uma regra para todos os beneficiados. 

Vale lembrar que as pessoas que não fizerem a atualização pedida pelo governo podem ter seu cadastro desativado. Isso significa que os pagamentos serão suspensos e, no futuro, cancelados. 

No dia 14 deste mês o Diário Oficial da União publicou as regras para a prorrogação do prazo para atualizar os cadastrados. As famílias podem saber das suas situações e então descobrir qual o tipo de modificação devem fazer. 

Existem dois tipos de situações entre as famílias que precisam atualizar as suas informações.

A primeira delas é a Revisão Cadastral. Nesse caso, as pessoas estão sem fazer atualização desde 2016 bem como em 2017. 

Já a outra opção é a Averiguação Cadastral. Nesses casos, as famílias estão com dados incorretos. isso é descoberto após um cruzamento de informações do governo, descobrindo assim incongruências

Aqueles que deixarem de efetuar o processo no prazo poderão ser desligados dos programas.

As pessoas que estão inclusas no primeiro caso deverão fazer o processo de atualização pela internet. O site para isso é https://bit.ly/3Q0U3Ac. Já na segunda opção o processo é um pouco mais complicado. 

O responsável familiar deve ir de forma presencial a um dos Centros de Referência em Assistência Social da região e buscar atendimento. A saber, é importante levar documento oficial com foto bem como o CPF de todos os integrantes da família. 

Exclusão do CadÚnico
Por fim, é importante lembrar que o Governo Federal também divulgou informações sobre a retirada de nomes do Cadastro Único. 

Contudo, a exclusão do CadÚnico não vai acontecer mais em 2022. De acordo com as novidades, a retirada só vai voltar em julho de 2023.

Ainda assim, é importante lembrar que você não deve deixar tudo para a última hora. A saber, atualize os seus dados o quanto antes e evite ter problemas maiores.

Finalmente, o sistema do Cadastro Único é responsável pela organização de dados e muitas pessoas recebem apenas porque estão com os dados em dia bem como com todos os pré-requisitos. Em outras palavras, fique atento para não ser excluído do CadÚnico.


Com informações do site: pronatec,

Nenhum comentário:

Postar um comentário