segunda-feira, 1 de agosto de 2022

ALERTA DE GOLPE DO INSS: Documentos não são pedidos por mensagem de texto


 


Foto: Reprodução
Instituto orienta para que não sejam enviados documentos via SMS, WhatsApp ou e-mail

Golpistas estão se passando por servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para obter dados pessoais dos segurados, usando como isca o procedimento da Prova de Vida.

Saiba que as abordagens podem ocorrer por carta, e-mail, telefonema ou mensagem de celular (WhatsApp ou SMS).

Desse modo, não envie os seus dados pessoais, fotos, documentos e não clique em links enviados por mensagem.

Alerta do INSS para golpe
Nos contatos, os golpistas solicitam dados pessoais e fotos de documentos para que não ocorra um suposto “bloqueio nos pagamentos”.

Em alguns casos, chegam a enviar links para que o segurado realize a biometria facial.

A pessoa que fala é muito segura e pode até passar algum dado pessoal do segurado com a intenção de dissimular a farsa.

No entanto, trata-se de um golpe! Por isso, o INSS alerta a todos para que, caso recebam esse tipo de ligação, desliguem o telefone e não forneçam nenhuma informação.

Se a abordagem for por mensagem de texto, bloqueie o número de telefone.

Isso porque o Instituto não faz contato por telefone para procedimento de prova de vida nem manda links por mensagem para a realização de biometria facial.

Orientações
Para evitar cair nesse tipo de golpe, é importante ficar atento às dicas:

O INSS nunca entra em contato direto com a pessoa para solicitar dados, nem pede o envio de fotos de documentos por e-mail, WhatsApp ou outros canais de mensagem;
O canal digital oficial para envio de documentos é o ‘Meu INSS’, por meio do site ou aplicativo. O segurado jamais deve enviar documentos por e-mail;
O número do SMS usado pelo INSS para informar os cidadãos é 280-41. O INSS nunca manda links. Apenas informa sobre o andamento dos processos no ‘Meu INSS’;
A biometria facial deve ser feita exclusivamente pelo aplicativo gov.br;
Sempre que o INSS convoca o cidadão para apresentar documentos, essa convocação fica registrada no ‘Meu INSS’ e também pode ser verificada pelo telefone 135;
A pessoa deve utilizar apenas os canais oficiais de atendimento para cumprir qualquer solicitação do INSS, seja para agendar um serviço, seja para entregar algum documento: aplicativo/site ‘Meu INSS’ ou agência da Previdência Social (com agendamento);
Quando alguém liga para o telefone 135, o atendente pode pedir algumas informações. Esse é um procedimento de segurança para confirmar a identidade de quem telefonou;
Mantenha sempre atualizados os seus dados de contato, como telefone, e-mail e endereço. Isso deve ser feito pelo ‘Meu INSS’ ou pelo telefone 135.

O que fazer em caso de tentativa de golpe
Tentativas de golpes devem ser denunciadas à Ouvidoria pela internet ou pelo telefone 135.

Caso tenha sofrido um golpe, registre um Boletim de Ocorrência e comunique aos órgãos envolvidos (por exemplo, o próprio INSS e o banco em que recebe o benefício, se for o caso).

Comunicação do INSS com o segurado
Nos contatos feitos pelo INSS, o segurado pode receber um e-mail automático do ‘Meu INSS’ sobre o andamento do seu pedido ou cartas registradas via Correios. Por isso, é importante manter o seu cadastro junto ao INSS sempre atualizado com os dados para contato.

Como mencionado, a atualização pode ser feita pelo ‘Meu INSS’ e por meio da Central 135.

Por sua vez, quando é o segurado quem entra em contato com o INSS, o Instituto poderá solicitar informações como CPF e nome da mãe para confirmação da identidade e para que seja respeitado o sigilo das informações.

Caso o cidadão tenha sido notificado e tenha alguma dúvida, ele poderá ligar no 135, o telefone oficial do INSS para obter mais informações e confirmar a veracidade da comunicação recebida.

Prova de Vida
Vale lembrar que a obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até 31 de dezembro de 2022 e, até lá, nenhum benefício será suspenso.

O INSS está trabalhando na implementação dos sistemas que vão fazer o cruzamento de dados para que a prova de vida seja feita automaticamente.

Contudo, mesmo sem a obrigatoriedade, o segurado que quiser pode fazer sua prova de vida pelos canais tradicionais (banco ou pelo ‘Meu INSS’).


Com informações do site: brasil123, Vanessa Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário