sábado, 30 de julho de 2022

Vale-gás de R$ 120 será mensal: veja se você está na lista de quem receberá o pagamento


 


Foto: Reprodução
Entre todas as contas que o brasileiro tem que pagar todos os meses para manter o lar funcionando e atendendo às necessidades dos integrantes da família, a conta de gás tem se tornado uma das mais incômodas, sem dúvida nenhuma. A mudança constante nos valores cobrados por um botijão têm deixado as pessoas frustradas.

O brasileiro estava se acostumando com o baque que a conta energia elétrica tem no seu salário, pois as bandeiras tarifárias já mostraram que vieram para ficar. Porém, com a alta na Petrobras, o preço do gás de cozinha disparou outra vez, então o chefe de família simplesmente terá que que lidar com a situação.

Um dos recursos do governo que está ajudando diretamente as pessoas com esse questão é o vale-gás, um programa criado para amparar os cidadãos de baixa renda, pois paga – bimestralmente – metade do valor de um botijão aos beneficiários a fim de tentar garantir que ele seja uma realidade para essas famílias.

Esse auxílio ajuda atualmente a mais de 5 milhões de pessoas que poderiam realmente ficar sem acesso ao gás e, consequentemente, sem poder cozinhar as refeições para a família, por não poderem arcar com o valor cada vez mais alto. E a grande novidade é que mesmo já sendo um bom benefício, ele pode passar por algumas melhorias.

Se nesse exato momento o auxílio é pago de forma bimestral com 50% do valor, a intenção é que ele passe a ser pago todos os meses, mas agora cobrindo o valor total de um botijão de gás de 13 kg.

E não é só isso! Existe também a ideia de ampliar um pouco as regras para mais gente seja contemplada em breve. Vale lembrar que o benefício atual é pago apenas para aqueles que se mostram em situação de vulnerabilidade.

A maneira de conseguir o benefício atualmente é estando devidamente cadastrado no CadÚnico, pois é a partir dali que o governo fará a triagem de forma automática para saber se você ou não tem direito ao benefício.

A principal exigência do Governo Federal é que a família tenha renda familiar per capita de até meio salário mínimo, que hoje seria o equivalente a R$ 606.

Mas enquanto as regras não mudam, as pessoas podem seguir recebendo o benefício em seu valor atual. No mês de junho, as pessoas receberam o benefício no valor de metade de um botijão de gás, que está em R$ 53 na maioria dos estados brasileiros.

Podemos dizer que, teoricamente, o próximo pagamento do benefício seria apenas em agosto, mas por acompanhar o desenrolar dos novos projetos de auxílio visando ajudar as pessoas mais necessitadas, há muita gente com esperança de que já poderão receber o vale com o novo valor ainda em julho.

Apesar da esperança, o provável é que essa realidade ainda demore um pouco, principalmente porque o governo precisa se programar e descobrir de onde os recursos para isso irão sair, então tudo o que resta agora é esperar.

 

Com informações do site: expressodosertaoeditalconcursosbrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário