sexta-feira, 22 de julho de 2022

OAB SP e Sebrae-SP oferecem cursos gratuitos para capacitar a advocacia em gestão de negócios


 


Foto: Reprodução

Um dos objetivos do projeto é auxiliar contingente de milhares de novos advogados e advogadas inscritos anualmente nos quadros da Secional

A OAB SP, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP), apresenta nesta sexta-feira (1), o Advocacia Empreendedora, programa gratuito de aperfeiçoamento da advocacia para a gestão empresarial. O evento de apresentação intitulado “1ª Jornada de Empreendedorismo Legal OAB SP/Sebrae-SP” terá transmissão ao vivo pela WebTV da Secional, das 9h às 17h.

A Comissão de Empreendedorismo Legal da OAB SP é responsável pela coordenação do programa, sob o comando de Afonso Paciléo para a capital paulista e litoral, de Nelson Kobayashi, para o interior do Estado, e de Anne Willians, encarregada pelos temas de empreendedorismo feminino.  O conteúdo programático, que trará assuntos como comportamento empreendedor, planejamento estratégico, marketing jurídico, atendimento ao cliente, gestão financeira e de pessoas, foi dividido em duas trilhas: on-line, direcionado para escritórios, profissionais autônomos e ao empreendedorismo feminino; e presencial, que ocorrerá nas 253 Subseções do Estado. 

De acordo com Paciléo, a grade de aulas foi pensada na demanda do mercado. Dados da entidade apontam que nos últimos dois anos foram cerca de 13 mil novos advogados e advogadas inscritos nos quadros da OAB SP, sendo que quase 60% desse contingente era formado por mulheres. 

Segundo a presidente da Secional, Patricia Vanzolini, o lançamento do projeto faz parte da plataforma de gestão voltada ao suporte profissional e ligada à proposta de “anuidade de volta”, que prevê a devolução do valor da anuidade em cursos e apoio para capacitação. “É mais uma meta que está sendo colocada em prática, que cria mecanismos de apoio aos novos empreendedores da advocacia visando a profissionalização da administração de escritórios, desde a abertura até o controle das finanças e o marketing jurídico. Escritórios estruturados geram mais oportunidades de emprego para estagiários e advogados e prestam melhores serviços profissionais”. 

Paciléo destaca que a ação inovadora da OAB SP complementa a formação de alunos de Direito, uma vez que os cursos ainda não preparam de forma efetiva o profissional para empreender, sendo que grande parte da advocacia escolhe abrir seu próprio escritório. “É papel da OAB SP assumir a função de fonte de informações e garantir o suporte mínimo necessário para que essa parcela de advogadas e advogados tenha acesso às melhores práticas”.

Para mais detalhes do programa Advocacia Empreendedora, acesse: https://digital.sebraesp.com.br/parceiro/advocacia-empreendedora.

Com informações do site:  Jornal da AdvocaciaJornal da Advocacia

Nenhum comentário:

Postar um comentário