quinta-feira, 14 de julho de 2022

INSS: MEI pode chegar a se aposentar por R$7.079,50; Saiba mais


 


Foto: Reprodução

Quem trabalha como mei (Mei) pode obter uma aposentadoria de até R$7.079,50 do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O valor equivale ao teto municipal, que é o valor máximo.

Os empreendedores que desejam ter uma aposentadoria mais gorda devem aumentar sua contribuição mensal ao INSS. Isso pode ser feito mediante o pagamento do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS-MEI). Saiba mais sobre como funciona a aposentadoria do MEI.

Aposentadoria do INSS e MEI


A aposentadoria para mei funciona da mesma forma para quem trabalha com carteira assinada, com pagamento mensal fixo e contribuição relacionada. Normalmente, o MEI repassa 5% do salário mínimo no pagamento das das, hoje ao preço de R$60,60. O valor pode ser mais caro R$1 para pagar ICMS para quem trabalha no comércio e na indústria.

 

Além disso, quem trabalha no setor de serviços pode pagar um adicional de R$ 5 por causa do imposto aplicado à categoria. O pagamento deve ser feito por meio de documento criado no Portal do Empreendedor.


Em relação ao tempo de aposentadoria para os do Oriente Médio, a regra prevê uma idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens, além de 180 meses de contribuição. Há uma opção para a aposentadoria precoce como pequeno empreendedor, nesse caso é necessário aumentar a conversão mensal em 15% ao mês.


Como mei pode se aposentar por R$7.079,50?


Para elevar o valor da aposentadoria, quem se auto-alíquota como MEI pode pagar um complemento de contribuição e aumentar os benefícios de aposentadoria. O teto do INSS, seu valor máximo, pode chegar a R$7.079,50.


O INSS suplementar é pago por quem é MEI com a emissão da Guia da Previdência Social (GPS), que pode ser preenchida pela internet. Lembre-se que a formalização do MEI garante uma série de benefícios para o trabalhador, como o direito de se aposentar e muitos outros benefícios previdenciários.

Com informações do site: Finanças BrasilFinanças Brasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário