sábado, 15 de janeiro de 2022

Quantas parcelas do Auxílio Brasil serão pagas em 2022


 
Foto: Reprodução

Os primeiros pagamentos do Auxílio Brasil em 2022 serão liberados a partir da próxima semana. Com o anúncio da inclusão de novos beneficiários, o programa vai alcançar cerca de 17,5 milhões de famílias. Mas afinal, quantas parcelas do Auxílio Brasil serão pagas em 2022?

São quantas parcelas do Auxílio Brasil?

Em 2022, o governo federal vai liberar 12 pagamentos do Auxílio Brasil em 2022. A liberação do dinheiro acontecerá entre os meses de janeiro a dezembro, mas isso não quer dizer que todos os beneficiários receberão as 12 parcelas. 

Para garantir o pagamento mensal é necessário manter o CadÚnico (Cadastro Único) atualizado e estar dentro do limite de renda, que é de até R$ 105 por pessoa para aquelas que estão em situação de extrema pobreza. Quem vivem em situação de pobreza deve ter, no máximo, R$ 210 per capita mensal.

Outro requisito para receber as parcelas do Auxílio Brasil é atender às condições do programa, como a frequência escolar mensal mínima que deve ser de 60% para crianças de quatro e cinco anos de idade ou de 75% para aquelas que possuem idade entre seis e 21 anos. Também é preciso que as famílias observem o calendário nacional de vacinação instituído pelo Ministério da Saúde e façam o acompanhamento nutricional de crianças com até sete anos incompletos e do pré-natal para as gestantes. 

Para conferir quem atende a essas condições, mensalmente o Ministério da Cidadania realizará avaliações e a partir disso, haverá a exclusão e a inclusão de novos beneficiários no programa. Por conta disso, é importante ressaltar que aqueles que passarem a integrar o Auxílio Brasil nos próximos meses não terão direito de receber o pagamento retroativo referente às parcelas do programa que já tiverem sido pagas pelo governo. 

Qual vai ser o valor do Auxílio Brasil em 2022?

O valor médio das 12 parcelas do Auxílio Brasil que serão liberadas durante 2022 é de R$ 400. Essa quantia mínima está garantida pelo decreto nº 10.919, que prorrogou o pagamento do benefício extraordinário que é destinado às famílias beneficiárias do programa. 

Mesmo que a média do ticket pago durante os meses de janeiro a dezembro seja de R$400, é preciso lembrar que o valor pago para cada beneficiário varia conforme quantas parcelas do Auxílio Brasil serão recebidas no ano, além da soma dos benefícios financeiros que fazem parte do programa. São eles: Benefício Primeira Infância, Benefício Composição Familiar, Benefício de Superação da Extrema Pobreza e o Benefício Compensatório de Transição.

Além desses pagamentos, os beneficiários também podem receber valores complementares que são pagos através dos auxílios Esporte Escolar; Criança Cidadã; Inclusão Produtiva Rural; Inclusão Produtiva Urbana, além da Bolsa de Iniciação Científica Júnior. 

É importante lembrar que todas as datas das 12 parcelas a serem pagas nos meses de 2022 já foram definidas pelo governo federal. Neste mês, por exemplo, os depósitos serão feitos pela Caixa Econômica Federal conforme o dígito final do NIS (Número de Identificação Social) de cada cidadão nas seguintes datas:

NIS com final 1 – 18 de janeiro, terça-feira

NIS com final 2 – 19 de janeiro, quarta-feira

NIS com final 3 – 20 de janeiro, quinta-feira

NIS com final 4 – 21 de janeiro, sexta-feira

NIS com final 5 – 22 de janeiro, sábado

NIS com final 6 – 25 de janeiro, terça-feira

NIS com final 7 – 26 de janeiro, quarta-feira

NIS com final 8 – 27 de janeiro, quinta-feira

NIS com final 9 – 28 de janeiro, sexta-feira

NIS com final 0 – 29 de janeiro, aábado

Conforme o calendário atualizado, os últimos depósitos do ano serão antecipados devido festividades natalinas e, por conta disso, acontecerão no dia 23 de dezembro para aqueles que possuem NIS final 0. Após serem finalizados os pagamentos das parcelas em 2022, a previsão é de que o valor do benefício volte ao que era pago habitualmente.

Prazo de saque das parcelas  

Agora que sabemos quantas parcelas do Auxílio Brasil os beneficiários poderão receber neste ano, é importante atenção ao prazo para serem sacadas. Segundo o governo, é preciso utilizar o dinheiro para fazer compras, pagamentos ou saques em até 120 dias.

Esse prazo é contado a partir da data do depósito, caso contrário o dinheiro retornará automaticamente para os cofres da União e não há possibilidade de reaver o pagamento.

Para facilitar a movimentação das parcelas do Auxílio Brasil, o governo está enviando aos beneficiários os cartões oficiais do programa. Neles constam o nome do responsável familiar e possuem o NIS que indica quando o pagamento estará disponível para saque. 

Outra opção para acompanhar o pagamento e saber quantas parcelas do Auxílio Brasil irá receber, é através do aplicativo Auxílio Brasil (antiga plataforma do Bolsa Família), assim como o app Caixa Tem. Nos dois sistemas, basta informar a senha cadastrada e o CPF do responsável familiar para conferir todas as informações do pagamento e fazer uso do dinheiro através das funcionalidades disponíveis.


Com informações do site:  dci