sábado, 15 de janeiro de 2022

Perco meu veiculo se eu não pagar o IPVA em 2022? Entenda os detalhes aqui.


 
Foto: Reprodução
Os brasileiros que possuem carros precisam lidar anualmente com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Essa taxa pode ser paga integralmente agora no início do ano, ou parcelado ao longo dos meses. É importante saber que quem não paga o IPVA 2022 pode sofrer uma série de consequências.

O que acontece se eu não pagar o IPVA 2022

O primeiro impacto para quem atrasa a quitação fiscal é a pontuação na CNH e a segunda são multas sobre o valor do IPVA. A partir do primeiro dia de vencimento, é aplicado um percentual diário sobre a taxa. Cada estado decide quanto será a multa. Por exemplo, em São Paulo, aumenta 0,3% ao dia.



Além disso, outros juros baseados na taxa Selic também são imputados. Outra consequência do não pagamento do IPVA é ter o nome inserido na dívida ativa. Ou seja, seu CPF pode acabar em órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC, e ficar com algumas restrições.


O risco mais temido pelos motoristas é ficar sem o veículo. Por isso, é importante saber que essa é uma possibilidade real. Isso porque com o nome negativo, não é possível realizar o licenciamento, o que valida a documentação do carro. Sem os documentos até o dia, o Detran pode apreender o veículo.



Se isso acontecer, para recuperar o carro, você precisará:



Pagar o IPVA;
Pagar os juros e multas dos dias em que o veículo ficou no pátio do Detran;
Valide a documentação necessária em Saves Time.

Vale ressaltar que quem não cumprir essas regras pode definitivamente perder o carro, que vai a leilão.



Com informações do site:  redebrasilnews