sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Governo zera fila de espera do Auxílio Brasil, programa substituto do Bolsa Família


 

Foto: Reprodução
Foram incluídas 2,7 milhões de famílias e, com isso, o total atinge 17,2 milhões de famílias beneficiadas. O programa entrou em operação em novembro do ano passado, com o valor na faixa de R$ 200. Agora, o valor médio pago é de R$ 400 por mês.

Em nota, o governo afirmou que o programa tem ingresso recorrente de novos beneficiários. Ou seja, uma nova inscrição para receber o benefício não resulta no imediato repasse de dinheiro. A concessão está condicionada à disponibilidade de recurso no Orçamento.


A inscrição para recebimento do Auxílio Brasil pode ser feita a partir do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Quem for elegível pode verificar se foi aprovado pelo site do cadastro ou pelo aplicativo do Auxílio Brasil, usando o número do CPF. Vale lembrar que um dos requisitos necessários é a caracterização nas linhas de pobreza e extrema pobreza cuja renda mensal per capita deve ser de R$ 200 e R$ 100, respectivamente.

O governo zera a fila de beneficiários do programa Auxílio Brasil, incluindo mais 2,7 milhões de famílias.

O calendário de pagamentos já foi divulgado, e as parcelas mensais ficam disponíveis para saque por 120 dias depois da data indicada. Os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Auxílio Brasil”, com o valor do benefício.

Com informações do site: MSN