terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Como aumentar seu score de crédito no SPC e Serasa rapidamente



 


Foto: Reprodução

Quando as pessoas estão em busca de um cartão de crédito, empréstimo ou financiamento, um dos pontos mais importantes para a obtenção do item desejado é ter uma boa pontuação do score de crédito.

O score de crédito, nada mais é do que uma pontuação média utilizada pelos órgãos de proteção ao crédito, que evidencia qual o risco de uma determinada pessoa pagar ou não suas dívidas decorrentes do mercado.

Assim, o score de crédito geralmente vai de 0 a 1000, onde, quanto mais próximo do zero, menores as chances das pessoas conseguirem pagar suas dívidas em dia e quanto mais próximo a mil, maiores são as chances.

Logo, através dessa pontuação, os bancos e financeiras realizam uma pesquisa no nome do consumidor para verificar qual a probabilidade da mesma pagar ou não o crédito solicitado, podendo então conceder ou não o que foi solicitado.

Como aumentar o score de crédito?
Muitas pessoas procuram uma receita mágica para conseguirem aumentar o score, que em pouco tempo e com poucas ações a pontuação vai aumentar rapidamente, o que é um erro.

Dica 1: Consulte a situação do seu CPF.

Em primeiro momento, o cidadão deverá realizar uma consulta de seu CPF para verificar se o mesmo está negativado ou não. A consulta pode ser feita nos órgãos de proteção ao crédito como o Serasa e SPC, no caso do Serasa a consulta pode ser feita aqui através de um cadastro e é totalmente gratuito.

Após a realização da consulta você poderá verificar se há ou não pendências financeiras no seu nome, logo, em caso de dívidas, o primeiro passo para aumentar o score é pagar tudo aquilo que esteja em atraso e negativando seu nome.

Dica 2: Mantenha seu cadastro atualizado nos órgãos de proteção ao crédito

Manter os dados atualizados é extremamente importante, tanto quanto pagar as contas em dia. Afinal, quanto mais fácil for para os órgãos de proteção ao crédito verificarem suas movimentações, mais fácil e rapidamente será possível verificar a regularidade nos seus pagamentos e consequentemente aumentar sua pontuação do score.

Dica 3: Pague suas contas em dia

Outro ponto importante é realizar o pagamento das suas contas sempre em dia. Ficar esquecendo de pagar suas contas no prazo pode mostrar que você não tem tanto “compromisso” com suas contas, o que pode dificultar o aumento do seu score.

Uma dica boa para quem acaba esquecendo com facilidade das contas, é colocar as mesmas em débito automático, afinal, você terá que se preocupar apenas uma vez, em cadastrar sua conta recorrente e após isso, o pagamento será debitado automaticamente no dia certo.

Dica 4: Abra o cadastro positivo

O mercado analisa a sua pontualidade no pagamento de contas, assim, um bom pagador é avaliador de forma individual e mais completa, logo, com o cadastro positivo você terá todos os dados devidamente analisados.

O cadastro positivo funciona como uma espécie de currículo financeiro, verificando as seguintes situações:

Contas pagas (água, gás, luz, telefone fixo).
Compras com cartão.
Empréstimos, financiamentos e crediários.
Para abrir o cadastro positivo, basta clicar aqui.

Dica 5: Conheça o que não aumenta o score

Uma dica muito importante é conhecer o que de fato não aumenta seu score e pode estar sendo uma tentativa frustrada. Por exemplo, colocar o CPF na nota fiscal não impacta no seu score de crédito, pois, o mesmo não é utilizado para cálculo da pontuação de crédito realizada pelos órgãos de proteção ao crédito como SPC e Serasa.

Dica 6: Pague o valor total da sua fatura

O consumidor que opta por realizar o pagamento mínimo da fatura do cartão passa a mensagem de que o mesmo não está conseguindo cumprir com seus compromissos financeiros, o que de fato pode levar a uma redução na pontuação do seu score.

Parcelar algumas contas é importante para que os órgãos de proteção ao crédito consigam entender seu compromisso e responsabilidade com essas dívidas, o que pode aumentar o seu score.

No entanto, sair comprando tudo em 12 vezes pode acabar sendo um tiro no pé, pois este tipo de compra com altas parcelas e várias vezes pode acabar contribuindo para um descontrole financeiro, prejudicando o score de crédito.

Com informações do site: JornalContábil