terça-feira, 4 de janeiro de 2022

Carteira de Trabalho Digital: saiba usar o app e gerar o seu documento


 


Foto: Reprodução

Vários documentos oficiais estão migrando para o mundo virtual, até mesmo a Carteira de Trabalho ganhou uma versão digital oficial. A plataforma foi criada em 2017 e tem disponíveis todas as informações do trabalhador.

Por meio do e-social, o empregador pode preencher todas as informações de contratação. Basta ter o CPF do novo funcionário, que pode acessar esses dados pelo aplicativo. A interface é bastante intuitiva e prática.

No app é possível verificar os contratos, valor do salário, benefícios e outros serviços. A Carteira de Trabalho Digital se tornou um documento oficial em 2019 e já substitui a versão impressa. Ou seja, não é necessário ter a versão impressa para ter a virtual.

Carteira de Trabalho Digital: como conseguir o documento
O primeiro passo é o trabalhador criar uma conta no Gov.BR, entrando no site e se cadastrando. Caso já seja registrado, você receberá uma mensagem na tela avisando sobre o cadastro. Se não lembrar da senha, é só clicar no link específico para recuperação.

Tendo o login e a senha definidos, basta:

Clicar em “Carteira de Trabalho Digital”;
Selecionar o botão verde “Solicitar”;
Clicar no botão azul “Quero me cadastrar”;
Preencher as informações pedidas e clicar em “Cadastrar”.
Se você quiser acessar a Carteira de Trabalho Digital pelo celular, você precisa:

Entrar na loja de aplicativos do seu aparelho (Android e iOS);
Buscar por “Carteira de Trabalho Digital” e clicar para instalar;
Abrir o aplicativo;
Acessar com o login e senha cadastrados no Gov.BR.

Você pode conferir esse passo a passo no vídeo disponibilizado pelo Governo:

Carteira de Trabalho: como conseguir a versão impressa
Interessados na versão física da Carteira de Trabalho devem solicitar o documento por e-mail, para trabalho.uf@economia.gov.br. Atenção! Para isso é preciso mudar “uf” pela sigla do seu estado. Por exemplo, se você morar em Minas Gerais, o e-mail será: trabalho.mg@economia.gov.br.

No e-mail, você precisará anexar a seguinte documentação:
Cadastro de Pessoa Física (CPF);
Documento oficial de identificação, com foto, nome, data, município e estado de nascimento, filiação, número, órgão e data de emissão;
Comprovante de residência com CEP;
Comprovante do estado civil: Certidão de Nascimento (se solteiro) ou Casamento (se casado), com averbação (se separado, divorciado ou viúvo);
Foto 3×4 colorida, recente e com fundo branco (apenas para as localidades no estado de São Paulo que ainda emitem a CTPS do modelo manual).

Com informações do site: Concursos no Brasil