segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

Auxílio Emergencial 2022 será pago para NOVO grupo


 
Foto: Reprodução

Foi publicada pelo Governo Federal a Medida Provisória (MP) 1.084 que destina R$ 4,1 bilhões ao Ministério da Cidadania para os novos pagamentos do Auxílio Emergencial para os pais solteiros.

A possibilidade só foi possível após o Congresso Nacional derrubar o veto do presidente da república, Jair Bolsonaro, que impedia os homens que sustentam os filhos sozinhos sem ajuda de uma cônjuge ou companheira(o) de receberam as cotas duplas do programa.

Neste sentido, a iniciativa repassará o benefício complementar de forma retroativa aos pais solteiros de direito. Serão consideradas as primeiras cinco parcelas do Auxílio Emergencial no valor de R$ 600. Desta forma, os cidadãos terão direito a uma parcela única de R$ 3 mil.

Vale ressaltar que o programa foi encerrado definitivamente em outubro deste ano, com os depósitos da 7ª parcela. Hoje, parte dos beneficiários do programa estão recebendo o benefício do Auxílio Brasil, que tem como mensalidade média o valor de R$ 400.

Como consultar o novo benefício
As consultas podem ser realizadas pelo aplicativo ou pelo site oficial do Auxílio Emergencial. Na ocasião, será necessário informar o número do CPF, nome completo, data de nascimento e o nome completo da mãe.

Em suma, para ter direito ao benefício, o cidadão precisa estar desempregado e ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa da família (R$ 550) ou de até três mínimos para a toda a família (R$ 3.300).

Pagamentos anteriores

Em 2020, as mães solteiras tiveram direito a um benefício de R$ 1.200, conforme as primeiras cinco parcelas do programa no valor de R$ 600. Na sequência, a cota dupla foi reduzida para R$ 600, segundo as parcelas no valor de R$ 300.

Mais tarde, em 2021, o Governo Federal distribuiu parcelas para este público no valor de R$ 375. Nets caso, os recursos totalizaram R$ 2.625.

Para viabilizar os novos pagamentos, o Governo Federal editou uma Medida Provisória que liberou R$ 4,1 bilhões para a equipe da Cidadania realizar os repasses. De acordo com o texto, somente as primeiras parcelas do Auxílio Emergencial serão levadas em conta.

Na ocasião, apenas as mulheres solo e com filhos menores de 18 anos tiveram acesso ao pagamento dobrado de R$ 1.200. Os homens que se encaixam na mesma situação foram vetados pelo presidente Jair Bolsonaro.

Contudo, em junho do ano passado o Congresso Nacional conseguiu derrubar o veto do presidente e conceder, somente agora, os valores retroativos aos pais de direito. Neste caso, a quantia será de R$ 3 mil para cada.

Como consultar o Auxílio Emergencial?

Para consultar se terá direito ao benefício, veja o passo a passo a seguir:

Acesse o aplicativo ou site do Auxílio Emergencial;
Em seguida, insira seu CPF, nome completo e nome da mãe;
Caso não possua nome da mãe, marque a opção “Mãe desconhecida”;
Informe a data de nascimento;
Por fim, clique em “Enviar” e consulte as informações.

Com informações do site:  noticiasconcursos