sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Apesar de chuvas, governo não diminuirá preço das contas de luz


 
Foto: Reprodução

Com o retorno das chuvas, o brasileiro passou a acreditar que a conta de luz iria diminuir. A esperança, no entanto, ganhou um balde de água fria nesta quarta-feira (12/11): o governo ainda não cogita a possibilidade.

O uso da bandeira se faz necessário para pagar o custo da geração de energia excepcional em 2021, disse o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, ao jornal O Globo.

A bandeira tarifária da Escassez Hídrica inclui R$ 14,20 a mais em cada 100 quilowatts-hora (kWh) nas faturas de luz dos consumidores. A medida está vigente desde agosto do ano passado.


Com informações do site:  correiobraziliense