domingo, 26 de dezembro de 2021

Precisando de dinheiro? Veja como pegar o Pis pela primeira vez


 
Foto: Reprodução
Para quem precisa de dinheiro, e se encaixa nas regras do PIS/PASEP, esse benefício pode ser uma boa opção. Em suma, os trabalhadores da rede privada e pública tem acesso ao dinheiro, conforme as suas contribuições trabalhistas. O auxílio é pago uma vez por ano, e pode ser consultado por meio das contas digitais da Caixa ou do Banco do Brasil. Sendo assim, confira abaixo, como funciona o saque.

Precisando de dinheiro? Veja como pegar o Pis pela primeira vez
Em suma, o funcionamento do saque do dinheiro do Pis pode gerar dúvidas entre os cidadãos que ganham o valor. Abaixo, confira quem tem direito ao saque do benefício.

Em suma, para ter acesso ao pagamento do abono salarial do PIS/Pasep, o cidadão precisa se encaixar nos seguintes requisitos:

Ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano-base;
Além disso, o trabalhador pode ter recebido mensalmente, no máximo, dois salários mínimos, em média;
Paralelo a isso, o cidadão precisa estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos;
Por fim, a empresa onde o trabalhador atua precisa informar os dados corretamente ao governo.

O que precisa para tirar o PIS pela primeira vez?

Em suma, o trabalhador que quiser sacar o benefício PIS, precisa ter em mãos os seguintes documentos:

CPF;
Documento oficial com foto, como RG ou CNH;
Número do PIS;
O PIS é pago aos trabalhadores da rede privada e pública por suas contribuições. Até 2020, o benefício era liberado no 2º semestre do ano. Sendo assim, o dinheiro é atribuído às horas de trabalho do ano anterior e é liberado conforme um calendário que considera a data de nascimento do beneficiário, para os trabalhadores de rede privada e o final do NIS para os servidores públicos.

Tendo os documentos acima mencionados, o saque do dinheiro pode ser feito através da Caixa, em qualquer agência ou Banco do Brasil para os contribuintes públicos. Por fim, o calendário de liberação do benefício é disponbilizado pela Caixa.



Com informações do site:  seucreditodigital