terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Geraldo Alckmin anuncia saída do PSDB depois de 33 anos e aumenta rumores de chapa com Lula em 2022


 
Foto: Reprodução

Geraldo Alckmin, ex-governador do Estado de São Paulo, decidiu se desfiliar do PSDB, na tarde desta quarta-feira, dia 15 de novembro, depois de 33 anos ligados ao partido. A carta de filiação foi entregue como parte do processo de saída ao diretório municipal do partido na cidade de São Paulo, o qual ele próprio ajudou a construir.

Geraldo Alckmin anuncia saída do PSDB em post no Twitter

Depois de protocolar o ato, o ex-governador usou seus perfis nas redes sociais para anunciar a saída do PSDB. De acordo com o político, o momento é de mudança em sua vida profissional e na carreira política, a qual já dura diversas décadas.“É um novo tempo! É tempo de mudança! Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB procurei dar o melhor de mim. Um soldado sempre pronto para combater o bom combate com entusiasmo e lealdade. Agora, chegou a hora da despedida. Hora de traçar um novo caminho”, declarou o agora ex-filiado do PSDB em um dos trechos da publicação.

Rumores indicam chapa formada por Lula e Alckmin em 2022

A saída de Geraldo Alckmin do PSDB serve para alavancar os rumores indicando uma possível chapa presidencial formada por ele e pelo ex-presidente Lula nas eleições de 2022. O objetivo é derrubar o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), além da oposição denominada terceira via, da qual o ex-colega de partido, João Dória, faz parte.

Em declarações recentes, o próprio ex-presidente Lula indica ter bons olhos quanto à possibilidade de contar com Geraldo Alckmin ao seu lado na disputa.


Com informações do site:  i7news