terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Combate à inflação, investimentos e Auxílio Brasil determinarão PIB de 2022, diz Guedes


 
Foto: Reprodução
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira que a economia vai desacelerar em 2022 em meio aos esforços para combater a inflação elevada, mas destacou que a atividade também será favoravelmente afetada pela taxa de investimento, que segundo ele deve chegar a 20% do PIB no ano que vem.

"O ano que vem será o resultante de dois vetores: por um lado o combate à inflação, mas por outro lado a taxa de investimento aumentando sistematicamente, a ampliação dos nossos programas de investimento e, também, o Auxílio Brasil", afirmou.

"Esse consumo vai estar aquecido, e do outro lado esse investimento também está se aquecendo."

Na entrevista coletiva do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Guedes disse que os leilões de concessões e projetos do programa feitos neste governo até o fim de 2021 devem atrair cerca de 822 bilhões de reais em investimentos, com pagamento de 148 bilhões de reais em outorgas.

Com informações do site: época negócios