segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Com preço recorde, consumo de carne é o menor em 16 anos


 
Foto: Reprodução
A mistura de inflação alta com aumento da pobreza vem tirando a carne bovina do cardápio de um número cada vez maior de famílias no Brasil.

O consumo vem caindo há três anos consecutivos no país. Em 2020, recuou expressivos 10% em relação ao anterior. Para 2021, a estimativa é de queda de 2%, um consumo de 5,24 milhões de toneladas de carne bovina, o menor valor em 12 anos.

Quando se considera o consumo por pessoa, o resultado é ainda mais modesto: 24,5 kg por ano, número próximo do registrado em 2005, 16 anos atrás.

A estimativa foi calculada pelo especialista da Consultoria Agro do Itaú BBA Cesar de Castro Alves a pedido da BBC News Brasil e se baseia no chamado consumo aparente, ou seja, a produção de carne bovina inspecionada, descontadas as exportações e somadas as importações.

Os dados usados por Castro Alves consideram uma expectativa de produção de carne bovina de 7,4 milhões de toneladas em equivalente carcaça (TECs), de exportações de 2,26 milhões de TECs e de importações de 73 mil TECs.

Com informações do site: bbc