domingo, 26 de dezembro de 2021

Calendário de pagamento INSS: veja todas as datas de 2022


 
Foto: Reprodução

Aposentados, pensionistas e pessoas que recebem auxílios pagos pela Previdência Social já podem conferir o calendário de pagamento INSS 2022. Para organizar os pagamentos, o INSS disponibiliza dois calendários cujas datas seguem o número final do benefício e a quantia recebida pelo segurado. 

Como será o pagamento de benefícios em 2022?
Os depósitos seguirão a mesma sequência de anos anteriores, mas a orientação é de que os segurados observem a data de depósito do dinheiro que varia conforme o número final do cartão de benefício.

Para isso, não considere o último dígito verificador que está localizado depois do traço, para aqueles que foram concedidos recentemente. Por sua vez, quem possui benefício à mais 
tempo basta conferir a data que já habitualmente recebia o pagamento.

Em caso de dúvida sobre o benefício, o segurado deve entrar em contato com a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135.  O atendimento é feito de segunda a sábado das 7h às 22h.

Calendário de pagamento INSS 2022
O primeiro pagamento de benefícios em 2022 será feito para as pessoas que ganham até um salário mínimo. Esse grupo de beneficiários receberá a partir do dia 25 de janeiro. 

Por sua vez, aqueles que recebem valores que ficam acima de um salário mínimo, terão depositado em sua conta o benefício  a partir do dia 1º de fevereiro. Diante disso, confira a seguir todas as datas oficiais do calendário de pagamento INSS 2022:

Calendário de pagamento INSS 2022 para quem recebe até 1 salário mínimo

>> Final 1 

25 de janeiro; 

21 de fevereiro; 

25 de março;

25 de abril; 

25 de maio;

24 de junho; 

25 de julho;

25 de agosto;

26 de setembro; 

25 de outubro; 

24 de novembro; 

23 de dezembro;

>> Final 2 

26 de janeiro;

22 de fevereiro;

26 de março;

28 de abril; 

26 de maio;

27 de junho; 

26 de julho;

26 de agosto;

27 de setembro;

26 de outubro; 

25 de novembro; 

26 de dezembro; 

>> Final 3 

27 de janeiro;

23 de fevereiro;

29 de março; 

29 de abril; 

27 de maio;

26 de junho; 

27 de julho;

29 de agosto;

28 de setembro.; 

27 de outubro; 

28 de novembro;

27 de dezembro;

>> Final 4 

28 de janeiro;

24 de fevereiro;

30 de março;

28 de abril;

30 de maio;

29 de junho; 

28 de julho;

30 de agosto; 

29 de setembro;

28 de outubro;

29 de novembro;

28 de dezembro; 

>> Final 5 

31 de janeiro;

25 de fevereiro;

31 de março;

29 de abril; 

31 de maio;

30 de junho;

29 de julho;

31 de agosto;

30 de setembro;

31 de outubro;

30 de novembro; 

29 de dezembro;

>> Final 6 

1º de fevereiro;

2 de março;

1º de abril;

2 de maio;

1º de junho;

1º de julho;

1º de agosto;

1º de setembro;

3 de outubro;

1º de novembro;

1º de dezembro;

2 de janeiro de 2023; 

>> Final 7 

2 de fevereiro;

4 de março;

4 de abril;

3 de maio;

2 de junho;

4 de julho;

2 de agosto;

2 de setembro;

4 de outubro;

3 de novembro;

1 de dezembro;

3 de janeiro de 2023;

>> Final 8 

3 de fevereiro;

7 de março;

5 de abril;

4 de maio;

3 de junho;

5 de julho;

3 de agosto;

5 de setembro;

5 de outubro;

4 de novembro;

5 de dezembro;

4 de janeiro de 2023;

>> Final 9 

4 de fevereiro;

8 de março;

6 de abril;

5 de maio;

6 de junho;

6 de julho;

4 de agosto;

6 de setembro;

6 de outubro;

7 de novembro;

6 de dezembro;

5 de janeiro de 2023;

>> Final 0 

7 de fevereiro;

9 de março;

7 de abril;

6 de maio;

7 de junho;

7 de julho;

5 de agosto;

8 de setembro;

7 de outubro;

8 de novembro; 

7 de dezembro;

6 de janeiro de 2023; 

Datas para quem recebe mais de um salário mínimo

>> Final 1 e 6 

1º de fevereiro

3 de março;

1º de abril;

2 de maio;

1º de junho;

1º de julho;

1º de agosto;

1º de setembro;

3 de outubro;

1º de novembro 

1º de dezembro;

2 de janeiro de 2023 

>> Final 2 e 7 

2 de fevereiro;

4 de março;

4 de abril; 

3 de maio;

2 de junho;

4 de julho;

2 de agosto;

2 de setembro; 

4 de outubro;

3 de novembro;

2 de dezembro; 

3 de janeiro de 2023

>> Final 3 e 8

3 de fevereiro;

7 de março;

5 de abril;

4 de maio;

3 de junho;

5 de julho;

3 de agosto;

5 de setembro;

5 de outubro;

4 de novembro;

5 de dezembro;

4 de janeiro de 2023;

>> Final 4 e 9 

4 de fevereiro;

8 de março;

6 de abril;

5 de maio;

6 de junho;

6 de julho;

4 de agosto;

6 de setembro;

6 de outubro;

7 de novembro;

6 de dezembro;

5 de janeiro de 2023;

>> Final 5 e 0 

7 de fevereiro;

9 de março;

7 de abril;

6 de maio;

7 de junho;

7 de julho;

5 de agosto;

8 de setembro;

7 de outubro;

8 de novembro;

7 de dezembro;

6 de janeiro de 2023;

Benefícios sofreram reajuste a partir de janeiro

Além das novas datas estabelecidas pelo calendário de pagamento INSS 2022, o beneficiário deve estar atento ao valor pago a partir de janeiro, visto que também haverá alteração. Isso acontecerá porque o pagamento leva em consideração o salário mínimo nacional.

O governo ainda espera o fechamento do ano para definir o reajuste feito com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) que mede a inflação no país e atualmente está em 10,96%. 

Com isso, a previsão mais recente é de que o salário passe de R$ 1,100 para R$ 1.210,44.  A correção dos benefícios acompanhará essa quantia, visto que segurado do INSS não pode receber um valor abaixo do salário-mínimo vigente. Além disso, o o teto previdenciário sobe de R$ 6.433,57 para R$ 7.079,50.

Com informações do site:  dci