sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

Auxílio Gás: Governo vai inserir mais gente dentro do novo benefício?


 
Foto: Reprodução

O Governo Federal deve começar dentro de mais alguns dias os pagamentos do Auxílio gás. Para quem ainda não sabe, esse é o programa que pretende atender pessoas que estão em situação de dificuldade no processo de compra do botijão de gás de 13kg. Mesmo diante da proximidade dos repasses, muitas dúvidas ainda existem.

Uma dessas questões gira em torno da quantidade de usuários que poderão entrar no novo benefício. De acordo com o Governo Federal, essa é uma questão que já estaria fechada. Segundo eles, o vale gás vai chegar no bolso de algo em torno de 5 milhões de brasileiros. Isso é menos do que a quantidade de usuários do Auxílio Brasil.

Esse número vai aumentar depois? Sim. De acordo com o próprio Governo Federal, a quantidade de usuários vai crescer logo depois. A ideia de começar a pagar o benefício para cerca de 5 milhões só existe para esse primeiro momento. A ideia do Planalto é fazer esse número crescer em 2022.

Só que isso não vai acontecer agora. Como se sabe, o Auxílio gás vai fazer pagamentos bimestrais. Então o dinheiro em questão vai chegar no bolso dos usuários de dois em dois meses. Se o primeiro repasse acontecer em dezembro, então o segundo deve sair apenas no próximo mês de fevereiro. Pelo menos é o que se sabe.

O Governo afirmou que esses números irão valer pelos próximos 90 dias. Então dá para dizer que apenas esses cerca de 5 milhões de brasileiros poderão receber o benefício nos meses de dezembro e fevereiro. Qualquer adição no número de usuários só vai acontecer mesmo a partir de abril de 2022.

Críticas

Toda essa situação está fazendo o Governo Federal enfrentar uma série de críticas por causa desse auxílio. Acontece que se entende que muito mais do que 5 milhões de brasileiros precisam dessa ajuda neste momento.

quem está dizendo isso é o próprio Governo Federal. Em entrevista recente, o Ministro da Cidadania, João Roma, disse que cerca de 25 milhões de brasileiros estão sem nenhuma ajuda do poder executivo depois do fim do Auxílio Emergencial.

Indefinição sobre calendário

Também há críticas sobre a questão do calendário do programa. É que se o Governo quer começar a pagar o benefício agora em dezembro, dá para dizer que eles estão atrasados no anúncio das datas dos repasses para os usuários em questão.

Há quem diga, por exemplo, que o calendário do vale-gás vai ser o mesmo do Auxílio Brasil. Isso poderia, de acordo com essas pessoas, se tornar mais prático para os usuários. Mas o Governo Federal ainda não confirma essa informação.

Quanto o Auxílio gás vai pagar?

A ideia do projeto em questão é não pagar um valor fixo neste programa. O patamar vai sempre variar de dois em dois meses a depender do preço médio nacional do botijão de 13kg. Pelo menos é isso o que se sabe até aqui.

Para o mês de dezembro, o Governo deve pagar uma parcela de R$ 52. Isso porque se sabe que, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio nacional do botijão está na casa dos R$ 100.

Com informações do site:  noticiasconcursos