quarta-feira, 24 de novembro de 2021

Secretário de Salvador culpa governo Bolsonaro por confusão para cadastro do Auxílio Brasil


 
Foto: Reprodução
O secretário municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer de Salvador (Sempre), Kiki Bispo, responsabilizou o governo Bolsonaro pela confusão na capital baiana envolvendo o Cadastro Único (CadÚnico), para recebimento do Auxílio Brasil.  

“Faltou divulgação pelo governo federal, sobretudo aos menos favorecidos. Muita gente correu para os postos”, disse Kiki, em entrevista ao BNews Agora, na Piatã FM, hoje (22). A fila para o atendimento nesta manhã, na sede da pasta, foi marcada por confusão. Beneficiários relataram que não conseguiram agendar o atendimento virtualmente, e foram procurar atendimento presencialmente.  

Assim como o Bolsa Família, a ordem dos pagamentos será pelo número final do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários. Esta semana receberão o benefício os beneficiários com os finais 4, nesta segunda (22); 5, na terça (23), 6, na quarta (24); 7, na quinta (25) e 8, na sexta-feira (26).

Quem já está regularizado no Bolsa Família será automaticamente transferido ao Auxílio Brasil. Porém, o secretário Kiki Bispo ressalta que, quem parou de receber o antigo benefício deve procurar atendimento para se regularizar e receber o novo auxílio.  

Com informações do site: BNEWS