domingo, 28 de novembro de 2021

Quanto os aposentados e pensionistas do INSS vão receber em 2022?


 
Foto: Reprodução

Com a recente divulgação quanto a alta recorde que o salário mínimo deve ter no ano que vem, milhares de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também buscam informação sobre quanto vão receber de benefício no ano que vem.

Afinal, para muitos que veem as notícias de que o salário mínimo terá um reajuste recorde, esperam um reajuste no benefício que também compensa as altas da inflação no país.

Reajuste do salário mínimo e os benefícios do INSS
É importante destacar que o reajuste do salário mínimo tem um peso enorme no valor dos benefícios do INSS, isso porque, segundo a legislação, nenhum benefício pago pela Previdência Social pode ser inferior a um salário.

Assim, para o ano que vem a previsão é de que o salário mínimo chegue a R$ 1.210,44. Essa previsão utiliza como base os dados divulgados do governo quanto ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O INPC é o índice utilizado pelo governo para medir os avanços da inflação no país, inflação está que até o momento já acumula uma alta de 10,04%, ou seja, essa mesma alta da inflação obrigatoriamente deve ser compensada no salário mínimo para que os brasileiros não percam o poder de compra.

Vale lembrar que a alta de 10,04% é a previsão medida pelo governo até o momento, contudo, somente no final do ano, quando o governo conseguir identificar a alta da inflação dos últimos 12 meses, será definido o valor final e se realmente ficará em 10,04%.

Qual será o valor dos benefícios do INSS em 2022
Como dito anteriormente, nenhum benefício do INSS pode ser pago com valor inferior a um salário mínimo, ou seja, quem recebe R$ 1.100 (um salário de 2021) deverá ter o benefício reajustado para R$ 1.210,44 em 2022 caso o INPC fique em 10,04%.


No caso dos segurados que recebem mais que um salário mínimo, saiba que o índice de correção também é o INPC, ou seja, para identificar o valor de reajuste, basta multiplicar o valor exato do benefício recebido mensalmente e multiplicar por 10,04%.

O reajuste do salário mínimo também alterará o teto máximo do INSS, que caso a previsão fique em 10,04% o teto máximo do INSS saltará de R$ 6.433,57 vigente atualmente para R$ 7.102 em 2022.

Vale lembrar que o aumento não significa um ganho real, o aumento tem como objetivo fazer com que os cidadãos não percam o poder de compra frente os avanços da inflação e alta dos preços.

Com informações do site: Jornal Contábil