terça-feira, 30 de novembro de 2021

Pix: quebra de barreiras no fluxo financeiro


 
Foto: Reprodução
O Pix é um produto do Banco Central que já fez um ano de existência no mercado ativo. Sendo assim, o Pix representa uma inovação financeira e tecnológica para as transações bancárias.

Diferentemente do que ocorre com TEDs e DOCs, o Pix pode ser feito a qualquer momento, considerando os finais de semana e feriados, o que certamente é uma viabilidade para o fluxo financeiro de pessoas físicas e empresas.

Pix: quebra de barreiras no fluxo financeiro
 Além disso, o Pix não tem restrições, é possível você gerar um Pix para pessoas físicas e para as empresas, independentemente de quem realiza a transação, se PF ou PJ.

Eliminação da taxa de intermédios para muitos comércios

Além disso, o Pix também funciona como uma eliminação da taxa de intermédios para o comércio. Já que muitas empresas, ao colocarem o Pix como forma de pagamento, eliminaram empresas intermediadoras,  das quais ficam com o valor vendido por um determinado período, em média por 14 dias; somente após esse período é repassado o valor para empresa, descontando o percentual contratado por intermédio.

Essas intermediadoras atuam normalmente, e são importantes, porém, o Pix facilitou a independência de pequenos negócios. Certamente, também houve uma quebra de barreiras e uma facilidade para o fluxo de pagamentos online e físico.

QR Code diminui as filas em locais físicos 
Por exemplo, um restaurante que possui uma clientela considerável na hora do almoço, pode disponibilizar um QR Code, de maneira que o cliente realiza o seu pagamento pelo celular e torna o processo muito mais rápido. Ou seja, essa ferramenta é uma facilidade do Banco Central que otimiza o fluxo comercial de forma ampla.

Além disso, o Pix representa uma facilidade dinâmica dentro da tecnologia de pagamentos, assim como o Open Banking. Por isso, é impossível não relacionar a tecnologia às facilidades desses produtos inovadores.

A segurança dos projetos é uma prioridade do Banco Central do Brasil
O Banco Central do Brasil ainda está implementando melhorias nos dois produtos. Recentemente, foram lançados o Pix Saque e o Pix Troco. Assim sendo, o Banco Central, em sua plataforma oficial, garante que o Pix é uma ferramenta segura e eficiente, já que a segurança é uma preocupação do BCB desde o escopo de todos os seus projetos.

Embora tais produtos bancários sejam utilizados para golpes de diversas vertentes, o Banco Central garante a segurança de seus dados compartilhados e de seus dados transacionais.


Com informações do site: NOTÍCIAS CONCURSOS