terça-feira, 16 de novembro de 2021

O que é mais importante para os bancos aumentarem seu limite de crédito?


 
Foto: Reprodução
O cartão de crédito é umas das principais ferramentas de compras dos brasileiros. Em suma, o uso do cartão como meio de pagamento, assegura agilidade e segurança no processo. Ademais, grande parte dos cidadãos usam a facilidade quando não há dinheiro na conta. Diante disso, uma dúvida que pode surgir, é quanto a quais os critérios que os bancos usam para elevar o limite do cartão de crédito? Descubra abaixo.

O que os bancos consideram mais importante para aumentar o limite de crédito?
Abaixo, confira os fatores que determinam o limite do cartão de crédito.
 
Histórico de pagamentos: Ele mostra como o cliente lida com as suas finanças, se o seu nome já esteve incluído nos órgãos de proteção ao crédito, se já pediu falência, entre outros.
Situação da conta corrente: Mostra quantas contas o cliente tem, bem como a situação de cada uma. Além disso, há a análise se você tem algum empréstimo em seu nome, se está no cheque especial, entre outros.
Histórico da conta: Ele mostra a quanto tempo o cliente tem aquela conta, se há o pedido de empréstimo.
Débitos: Mostra quantas dívidas o cliente tem e quais são os valores das mesmas.
Faturamento: Apresenta se a remuneração do trabalhador é o suficiente para que você pague as suas obrigações financeiras.

Ademais, o limite do cartão de crédito pode ser elevado quando o cliente pede um crédito aditivo ao credor. Ou ainda, quando o credor libera um crédito adicional ao consumidor. Em geral, o crédito aditivo se disponibiliza ou se concede aos consumidores que apresentam posturas financeiras responsáveis ao longo do tempo.

Dicas para conseguir o aumento do limite

Abaixo, confira algumas dicas de como conseguir que o limite do cartão de crédito aumente:
 
Pague a sua fatura em dia: É extremamente importante pagar o TOTAL das suas faturas até o vencimento, e assim, evitar deixar valores em aberto.
Explore o limite disponível do cartão: o cliente que usa o cartão com frequência, permite que a instituição conheça melhor o seu perfil, e ajuste o limite com base nessas informações. Sendo assim, use o mesmo para todas as suas compras, mesmo as mais básicas, como uma loja de R$ 1,99 ou uma banca de jornal.
Mantenha os seus dados atualizados no app: é importante sempre manter os dados cadastrais atualizados na plataforma. Dessa forma, a instituição pode acompanhar as suas mudanças, e se possível, dar mais limite de crédito.
Mantenha o seu CPF sem restrições: antes de liberar crédito, as instituições consultam o CPF da pessoa para analisar os riscos de inadimplência. Dessa forma, se o seu nome estiver negativado, provavelmente o crédito vai ser negado.
Construa um relacionamento com a instituição: Por vezes, por mais que você tenha um relacionamento bom, e consiga arcar com despesas maiores, a instituição ainda não conhece você o suficiente para assumir um risco mais alto. Logo as informações sobre o seu perfil de gasto vão sendo unidas, e você pode ter um limite mais compatível com as suas necessidades.

Com informações do site: SEU CRÉDITO DIGITAL