quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Novo lote do Auxílio Emergencial será pago até o dia 30; veja quem recebe


 
Foto: Reprodução

No dia 19 de novembro chegamos à data oficial do encerramento do Auxílio Emergencial. Isso porque nesta ocasião foi concedida a última liberação de saque do benefício.

No entanto, de acordo com o Ministério da Cidadania, ainda serão realizados pagamentos do auxílio emergencial neste mês.

Siga a leitura para entender o motivo deste repasse e quem será beneficiado.

Novo lote do auxílio emergencial

A saber, esse pagamento não está relacionado com uma prorrogação ou nova parcela do benefício. Afinal, como mencionado, o auxílio emergencial foi concluído com a sétima parcela.

No entanto, como se sabe, mensalmente o Ministério da Cidadania realizava uma revisão, junto à Dataprev, para avaliar os possíveis novos beneficiários, bem como identificar os casos de cidadãos que deixavam de atender aos requisitos do programa.

Nesse contexto, os trabalhadores que tiveram o auxílio bloqueado nas rodadas 6 e 7 dos pagamentos, e entraram com o pedido de contestação, para os que tiveram sucesso na solicitação, acabaram por ter o auxílio revisto e recebem até o final deste mês, isto é, até o dia 30 de novembro.

Consultar o benefício pelo CPF
Para ter acesso à situação do seu benefício, vale realizar a mesma consulta liberada ao longo do programa, através do site da Dataprev.

Para tanto, no formulário apresentado informe os seus dados pessoais, tais como nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe.

Solicitação de contestação
O prazo para a última oportunidade de contestar foi aberto pelo Ministério da Cidadania no dia 18 de outubro, quando foi divulgado um novo lote de aprovados para receber a última parcela do benefício. Como o prazo máximo era de 10 dias úteis, a data limite foi 28 de outubro.

Diante desse cenário, alguns beneficiários consideram recorrer à Justiça, por meio da Defensoria Pública da União (DPU).

Serviço ao Cidadão
O Ministério da Cidadania oferece atendimento telefônico pelo número 121 e pela Ouvidoria, por meio de formulário eletrônico.

Com informações do site: Brasil 123