quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Jovem Aprendiz Spani: primeiro emprego para maiores de 18 anos


 
Foto: Reprodução
Jovens de 18 a 24 anos que já concluíram o ensino médio podem se inscrever no Jovem Aprendiz Spani. Essa é a oportunidade de os jovens conseguirem um emprego mesmo sem experiência.

O Programa Jovem Aprendiz abre oportunidades para jovens de todo o país conseguirem seu primeiro emprego, mesmo sem ter experiência profissional.

O local das vagas não foi informado, mas os aprendizes devem atuar em uma das unidades da empresa que estão localizadas nas seguintes cidades:

Americana, Atibaia, Bauru, Boituva, Bragança Paulista, Cajamar, Caraguatatuba, Diadema, Guaratinguetá, Guarulhos, Itapetininga, Jacareí, Lorena, Itaquaquecetuba, Marília, Mauá, Mogi das Cruzes, Pindamonhangaba, Resende, Rio Claro, São José dos Campos, São João da Boa Vista, São Paulo, Volta Redonda, Tatuí, Várzea Paulista.

Jovem Aprendiz Spani
A empresa não divulgou o número de vagas, nem os benefícios que os aprendizes terão direito, mas para se candidatar é necessário atender aos seguintes requisitos:

Idade entre 18 e 24 anos
Já ter concluído o ensino médio
Ter disponibilidade de 6 horas diárias
Não ter experiência em carteira de trabalho

Para se candidatar basta acessar o site Spani – Vagas, a empresa não informou uma data limite para as inscrições, mas, corra e não perca essa oportunidade.

Quais os direitos do Jovem Aprendiz?
Como a empresa não informou os benefícios que os aprendizes receberão, você pode estar se perguntando se vale a pena se candidatar.

Então, trouxemos para vocês os direitos garantidos pela Lei da Aprendizagem e que a empresa é obrigada a ofertar; veja:

Curso preparatório na área de atuação na empresa;
Jornada de trabalho de até 6 horas diárias, menor que o trabalho “regular”, com proibição de horas extra;
Salário baseado no salário mínimo por hora no Brasil e que é proporcional às horas de trabalho;
Trabalho registrado com anotação na Carteira de Trabalho;
Férias remuneradas, que devem coincidir com as férias escolares;
Direito a 13º salário;
2% de FGTS;
Vale transporte;
Contrato de duração de 2 anos com possibilidade de efetivação em alguns casos;
Para o sexo masculino: Caso precise se afastar para servir ao exército, o FGTS continua a ser pago.

Com informações do site: FDR