segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Inédito: Prefeitura promove Marcha de Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher


 
Foto: Reprodução
A Subsecretaria de Políticas para a Mulher (SEMU) promoverá, pela primeira vez, no próximo dia 06 de dezembro, o dia do Laço Branco, a Marcha de Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher. A concentração é a partir das 9 horas, no Paço Municipal, e termina na praça do Rádio Clube.

A ação faz parte da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, com o intuito de chamar não só a atenção das mulheres, mas dos homens também. 
 
A Marcha terá a participação de servidores públicos, policiais e demais convidados além da modelo e atriz Luiza Brunet, uma importante ativista social pelo fim da violência contra as mulheres no âmbito e representante nacional da Virada Feminina.

A subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephanini, destaca a importância de sensibilizar os homens também pelo fim da violência contra a mulher. “Pela primeira vez estamos mobilizando os homens para se juntarem nessa Marcha e, assim, acreditamos que a ação irá sensibilizar outros homens também. A SEMU faz o atendimento a mulher vítima de violência doméstica, porém, é fundamental trabalhar a prevenção não só com elas mas com os homens também, desconstruindo ideias arraigadas em nossa sociedade, chamando a atenção deles sobre comportamentos machistas e prejudiciais às mulheres”.

História

A Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma campanha mundial realizada anualmente desde 1991, em vários países, entre os dias 25 de novembro e 10 de dezembro, período que compreende datas representativas para o enfrentamento às várias formas de violência contra as mulheres.

No Brasil, a campanha é realizada desde 2003 e se inicia no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, com o objetivo de dar visibilidade para a situação das mulheres negras que, além da violência de gênero sofrem a violência racial.
 
No dia seis de dezembro de 1989 aconteceu o Massacre de Mulheres em Montreal, no Canadá, quando 14 estudantes de engenharia foram assassinadas por um jovem que não aceitava a presença de mulheres no curso. Esse massacre deu origem à Campanha Internacional do Laço Branco. No Brasil, a partir de 2007, é o dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, instituído pela Lei n. 11.489/07.

No âmbito do município de Campo Grande, foi criada a Lei n. 6.136/18 que instituiu no calendário oficial de eventos da Capital o dia 06 de dezembro como o Dia Municipal de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. A campanha é uma estratégia de mobilização da sociedade, por meio de organizações que desenvolvem ações coordenadas visando à sensibilização, conscientização e o engajamento na prevenção e na eliminação de todas as formas de discriminação e violência contra mulheres e meninas.

Com informações do site: JD1