sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Concurso TCE SC: Inscrições abertas! 40 vagas imediatas para Auditor


 
Foto: Reprodução
Atenção concurseiros de Santa Catarina…

Foi publicado o edital do Concurso do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (Concurso TCE SC).

Estão sendo ofertadas 160 vagas para o cargo de Auditor Fiscal de Controle Externo, sendo 120 para formação de cadastro reserva e 40 vagas imediatas.

As inscrições poderão ser realizadas no site da banca https://www.cebraspe.org.br/concursos/TCE_SC_21_auditor do dia 19 de novembro ao dia 20 de dezembro de 2021. O valor da taxa de inscrição é de R$ 150,00.
As provas estão previstas para o dia 06 de março de 2022.

Tem interesse? Fique por aqui e confira as principais informações do concurso:

Quais as carreiras e atribuições?

Confira as atribuições da carreira de Auditor Fiscal de Controle Externo:

Desempenhar atividades relacionadas ao controle externo da competência do Tribunal de Contas, abrangendo: assessoria e consultoria técnicas relacionadas às competências constitucionais e legais do Tribunal de Contas;
Planejamento, coordenação e supervisão da fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial e de gestão;
Execução da fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial e de gestão;
Planejamento, coordenação e supervisão de auditorias e inspeções;
Realização de inspeções e auditorias;
Instrução de processos formalizados no âmbito do Tribunal de Contas;
Elaboração de estudos, pesquisas e pareceres sobre matéria relacionada ao controle externo;
Elaboração de relatórios, informações e pareceres em processos de auditorias, inspeções e outros relacionados ao controle externo;
Executar outras atividades correlatas inerentes às atribuições constitucionais e legais e de funcionamento do Tribunal de Contas.
 
Quantas são as vagas?
 
As vagas estão distribuídas entre os seguintes cargos:

Cargo Área Número de vagas
Auditor Fiscal de Controle Externo Administração 6 imediatas + 18 CR
Auditor Fiscal de Controle Externo Ciências da Computação 8 imediatas + 24 CR
Auditor Fiscal de Controle Externo Ciências Contábeis 9 imediatas + 27 CR
Auditor Fiscal de Controle Externo Ciências Econômicas 3 imediatas + 9 CR
Auditor Fiscal de Controle Externo Direito 10 imediatas + 30 CR
Auditor Fiscal de Controle Externo Engenharia Civil 4 imediatas + 12 CR
 
Qual o nível de formação exigido?

Dentre outros requisitos especificados em edital, para concorrer a uma vaga de Auditor Fiscal de Controle Externo é necessário ter formação de Nível Superior nas áreas específicas.

Auditor Fiscal de Controle Externo – Administração: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Administração ou em Administração Pública, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Auditor Fiscal de Controle Externo – Ciências Contábeis: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Auditor Fiscal de Controle Externo – Ciências da Computação: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências da Computação, Engenharia de Software, Engenharia de Computação, Sistema de Informação ou Licenciatura em Computação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Auditor Fiscal de Controle Externo – Ciências Econômicas: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Econômicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Auditor Fiscal de Controle Externo – Direito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Auditor Fiscal de Controle Externo – Engenharia Civil: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Qual o salário?

O salário inicial para o cargo de Auditor Fiscal de Controle Externo é de R$ 15.206,65, composto por:

Vencimento básico: R$ 7.302,91
Gratificação de desempenho: R$ 6.181,21
Auxílio alimentação: R$ 1.722,53
 
Qual a lotação?

Os candidatos aprovados serão lotados no Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina por ordem de classificação e conforme demanda do órgão.

Qual a jornada de trabalho?
 
A jornada de trabalho dos servidores do TCE SC é de 40 horas semanais (8 horas diárias).

Quais as etapas?
O concurso será composto pelas seguintes etapas:

Prova Objetiva de Conhecimentos Básicos – 40 questões;
Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos – 60 questões;
Prova Discursiva de Conhecimentos Específicos.

As provas serão aplicadas na cidade de Florianópolis/SC, porém em caso de indisponibilidade de locais suficientes ou adequados, estas poderão ser realizadas nas cidades de São José/SC, Biguaçu/SC e (ou) Palhoça/SC.

Como são as provas?

As provas serão compostas pelas seguintes matérias / disciplinas:

Prova objetiva

Conhecimentos Básicos

Língua Portuguesa;
Auditoria Governamental, Compliance, Gestão de Risco e Governança;
Controle Externo da Administração Pública;
Noções de Direito Administrativo (exceto para Área: Direito);
Noções de Direito Constitucional (exceto para Área: Direito);
Direito Financeiro;
Ética no Serviço Público;
Conhecimentos sobre Santa Catarina.
 
Para auxiliar nos estudos acesse as provas dos concursos anteriores:


E o edital do Concurso TCE SC 2021:


Quais as chances de crescimento na carreira?
 
Os servidores do TCE SC podem subir na carreira em Níveis (1 ao 16) e Referências (A até I).

A movimentação se dá por progressão funcional, que é o deslocamento entre referências e níveis, no mesmo cargo, por antiguidade ou merecimento.

Como foi a concorrência do último concurso?

O último concurso TCE SC foi realizado em 2016, quando ofertou 52 vagas para a carreira de Auditor Fiscal de Controle Externo, nas seguintes especialidades:

Administração (6 vagas);
Contabilidade (13 vagas);
Direito (10 vagas);
Economia (3 vagas);
Engenharia Civil (10 vagas)
Informática (10 vagas).
 
O número total de inscritos foi de 12.937, ou seja, uma média geral de 248,8 candidatos por vaga. A carreira mais disputada foi a de Auditor da área de Administração, com 2.649 inscritos e 441,5 candidatos por vaga.

Os números da concorrência são expressivos, contudo, é importante lembrar que apenas entre 8% e 10% dos inscritos em um concurso público estão realmente aptos a disputar uma vaga.

Isso porque a maioria não investiu na preparação de maneira adequada ou não irá comparecer no dia da prova, entrando para o índice de abstenção (que costuma chegar a 30%).

Sendo assim, o diferencial está no tempo e na qualidade do estudo. Com isso, você já sai na frente de grande parte dos candidatos.

Com informações do site: PRÓXIMOS CONCURSOS