segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Auxílio Emergencial terá parcela retroativa de R$ 1.404 em dezembro; veja quem recebe


 
Foto: Reprodução
Os beneficiários do Auxílio Emergencial que não receberam as parcelas e contestaram a decisão podem ter uma boa surpresa agora em dezembro. A Secretaria Nacional do Cadastro Único (SECAD) do Ministério da Cidadania divulgou comunicado informando que 11.279 pessoas irão receber parcelas retroativas do auxílio agora no mês de dezembro.

O novo lote do Auxílio Emergencial 2021 é referente aos cadastros reanalisados após as últimas contestações apresentadas por cidadãos que ficaram inelegíveis no mês de outubro. Os requerimentos provenientes de decisões judiciais também foram incluídos.

Assim, segundo o Ministério da Cidadania, esta será a última parcela e não há requerimentos pendentes em análise na Dataprev. Estes novos elegíveis têm previsão de recebimento do pagamento a partir do dia 3 de dezembro, próxima sexta-feira.

Auxílio retroativo será de R$ 1.404 em média
Segundo o governo, foram analisados 20.199 cadastros de trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais ou que integram o Cadastro Único, sendo que 11.279 cidadãos foram aprovados e receberão, no total, quase R$ 16 milhões (R$ 15.838.025,00). Todos receberão as parcelas retroativas a que têm direito de uma só vez.

Assim, levando em conta os valores liberados pelo governo aos mais de 11 mil novos aprovados, a parcela média que os elegíveis irão receber agora será de R$ 1.404,20.

Ainda, o governo disse que a Dataprev reanalisou 20.199 pedidos, mas somente 11.279 foram considerados elegíveis, segundo cadastros feitos e cruzados nas plataformas digitais e no Cadastro Único.

Os pagamentos desse novo lote do Auxílio Emergencial cairão na conta do Caixa Tem dos beneficiários na data prevista de 03/12.

Consulta do auxílio retroativo
A consulta para saber se você está nesse novo lote residual pode ser feita pelo site da Dataprev, por meio de dados de nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe em - https://consultaauxilio.cidadania.gov.br//consulta/#/.

Porém, é importante deixar claro que essa nova parcela parcela não é uma prorrogação do benefício e sim um pagamento atrasado para aqueles que não receberam no mês correto (outubro) e contestaram a negativa.

O governo anunciou que o Auxílio Emergencial não terá 8ª parcela em 2021 e a possibilidade de um novo pagamento só seria cogitada caso a pandemia voltasse a atingir o país, o que até agora não parece que irá ocorrer.

O Auxílio Emergencial 2021 teve duração de abril a outubro, com o depósito de 7 parcelas do benefício para quase 40 milhões de brasileiros. Neste ano, o valor do auxílio emergencial foi de R$ 150 para pessoas sozinhas, R$ 375 para mães solteiras chefes de família e R$ 250 para as demais famílias.

Com informações do site: ACHE CONCURSOS