quinta-feira, 25 de novembro de 2021

6 casos em que o FGTS não pode ser usado no financiamento de imóveis


 
Foto: Reprodução

Nem todo mundo sabe, mas o saldo da sua conta do FGTS pode ser usado para o pagamento da casa própria. Dessa forma, para quem deseja comprar ou construir um imóvel residencial, o saldo do FGTS pode ser utilizado na hora da contratação, como entrada do financiamento, constituindo parte do pagamento ou do valor total. No entanto, há alguns casos em que você não pode usar o fundo no financiamento de imóveis. Para saber mais, confira a seguir.

6 casos em que você não pode usar o saldo do FGTS no financiamento de imóveis
Você pode usar o FGTS em alguns casos específicos, como amortização ou liquidação do saldo devedor, ou então no pagamento de parte do valor das prestações. Mas há outras situações em que você não pode utilizar esse dinheiro. As situações nas quais você não pode usar o saldo do FGTS são as seguintes:

Imóvel comercial;
Imóvel rural;
Reformar ou aumentar seu imóvel;
Comprar terrenos sem construção ao mesmo tempo;
Comprar material de construção;
Imóveis residenciais para familiares, dependentes ou outras pessoas.
Por fim, para conseguir usar o valor no financiamento, o comprador precisa ter no mínimo três anos de trabalho sob o regime do FGTS. Isso somando-se os períodos trabalhados, consecutivos ou não, na mesma empresa ou em empresas diferentes. Além disso, você não deve possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), em qualquer parte do país.

Ademais, você não pode ser proprietário, possuidor, promitente comprador, usufrutuário ou cessionário de imóvel residencial urbano; ou de parte residencial de imóvel misto, concluído ou em construção, localizado no município de sua atual residência. Para saber mais, acesse o site da Caixa.

Com informações do site: Seu Credito digital