segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Uberlândia: prefeitura e Senac oferecem 2.500 vagas para cursos gratuitos


 
Foto: Reprodução
A Prefeitura de Uberlândia, em parceria com o Senac, vai oferecer 2.500 vagas para cursos profissionalizantes gratuitos. Os cursos são voltados para famílias com baixa renda. De acordo com o Poder Executivo, os cursos começam ainda neste segundo semestre.

O benefício será possível graças a um termo firmado entre a prefeitura e o Serviço Comercial de Aprendizagem Comercial em Minas Gerais (Senac Minas). Por meio do Programa Senac Gratuidade (PSG), será possível garantir qualificação profissional de qualidade para pessoas cuja renda familiar mensal per capita não ultrapasse dois salários mínimos.
 
A expectativa é que para 2022 o número seja ampliado para 3.900 vagas.
 
O termo de cooperação foi assinado em solenidade no Centro Administrativo, na quarta-feira (13/10). Assinaram o documento o prefeito Odelmo Leão (PP), a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação, Iracema Marques e o diretor do Senac Uberlândia, Antônio Vasconcellos Nascimento Júnior.
 
Segundo o diretor do Senac Uberlândia, Antônio Vasconcellos, a projeção da parceria para o próximo ano é fundamental para ampliar as vagas atuais – ele explica que o Senac vem aumentado a atuação, principalmente na cidade do Triângulo Mineiro. E que a programação para 2022, fruto da união com a cidade, visa oferecer 212 cursos para população, somando mais de trezentas mil e quinhentas horas de oportunidades.
 
“Esta é uma forma de devolver à população os investimentos das empresas contribuintes de nosso sistema e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos”, afirma Vasconcellos.
 
Os cursos oferecidos são:
 
- Atendente de farmácia
- Cuidador infantil e de idoso
- Empreendedorismo digital 
- Garçom - Operador de caixa e de computador
- Promotor de vendas
- Quick massagem
- Recepcionista
- Gestão financeira
- Compra e estoque
- E-commerce
- Vitrinista
- Organizador de eventos
 
Haverá opções para assistente administrativo, de logística, recursos humanos, financeiro e pessoal, entre outras opções.
 
Os cursos ocorrem nos Centros Profissionalizantes Campo Alegre, Lagoinha, Luizote de Freitas, Morumbi, Planalto e Tocantins, além da Estação da Juventude, Praça da Juventude e ônibus itinerantes, mantidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth) – não haverá repasses financeiros entre os parceiros.

 
“Por meio dessa parceria estamos trazendo cursos necessários, como cuidador de idoso, criança, atendente de farmácia, dentro outros. Principalmente num momento como este, de pandemia, é importante qualificar a população de baixa renda, através da capacitação, para que possam ter opções de renda”, diz a secretária da Sedesth, Iracema Marques.

Com informações do site: EM