quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Sebrae oferece curso de empreendedorismo a mulheres com deficiência


 
Foto: Reprodução

Visando fortalecer o empreendedorismo feminino, o Governo de São Paulo vai oferecer o curso “Sebrae Delas – Começando um Negócio de Sucesso”, direcionado à mulheres com deficiência. O curso será oferecido de forma online entre os dias 22 e 26 de novembro e será totalmente gratuito.

A ação é realizada pelo Governo de São Paulo em parceria com o Sebrae-SP, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e faz parte do programa Empreenda Mulher, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O curso tem carga horária de 10h de capacitação, mais 2h de mentoria por meio de uma plataforma acessível para todas as deficiências, que permitirá a interação entre as participantes.

Durante o curso, as alunas terão orientação em como abrir um negócio e o passo a passo para o planejamento de uma empresa de sucesso. Ao completar a capacitação, há facilitação de crédito para o capital de giro da empresa.

Interessadas devem acessar o formulário até o dia 16 de novembro pelo deste link.

BALANÇO.

De acordo com informações da Base de Dados dos Direitos da Pessoa com Deficiência, atualmente vivem no estado mais de 1,7 milhão de mulheres com deficiência.

Pensando nisso, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência criou o programa TODAS in-Rede, que visa o empoderamento e a autonomia das mulheres com deficiência do estado, por meio de ações de formação profissional, disseminação de informações e criação de uma rede virtual acessível às mulheres com deficiência.

Para se cadastrar na Rede Virtual e ficar por dentro de todas as novidades do programa TODAS in-Rede basta acessar o site da iniciativa.

SEBRAE DELAS.

O Sebrae Delas é um programa criado para fortalecer o empreendedorismo feminino com foco no despertar para o autoconhecimento, aumento de rede de contatos e da competitividade dos negócios

Ele é composto por quatro pilares: inspiração, capacitação, impacto e mentoria. Em cada uma dessas fases, as empreendedoras participantes têm acesso a orientações voltadas para inteligência emocional e gestão de negócios, além do desenvolvimento de redes de contatos e atitudes empreendedoras – tudo em uma linguagem adaptada para a necessidade e o dia a dia dessas mulheres.

Com informações do site: Diário do litoral