quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Pedágios de Ecorodovias e Lamsa adotam aproximação com cartões Elo


 
Foto: Reprodução
Em sua estratégia de oferecer as melhores opções de pagamento para os motoristas que viajam pelo Brasil, a Elo amplia sua aceitação em pedágios com Ecorodovias e Lamsa para levar o pagamento por aproximação com a tecnologia NFC para mais de 50 praças em sete estados, via cartão de débito ou crédito Elo ou celular. A companhia, que também está presente no transporte público e aquaviário, além de 14 milhões de estabelecimentos pelo país, registrou um aumento de 360% no volume de transações por aproximação no último ano, entre junho de 2020 e junho de 2021.

A novidade, já disponível na Ecorodovias e na Lamsa, é segura, prática e rápida, pensada para facilitar as viagens dos motoristas que passam pelas concessionárias.

A Ecorodovias administra dez concessionárias pelo país, nos estados Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Em breve, passará a administrar também a BR-153, entre Goiás e Tocantins. Já a Lamsa administra a Linha Amarela, uma das mais importantes vias expressas da cidade do Rio de Janeiro. Ambas utilizam a solução tecnológica da Fadami, empresa de software especialista em rodovias.

“Estamos ampliando a tecnologia de pagamento por aproximação para novas praças de pedágio, proporcionando a nossos clientes uma ótima alternativa para reduzir o tempo nas filas e melhorar o fluxo do trânsito”, afirma Felipe Maffei diretor de produtos e inovação da Elo.

Pensando nisso, a Bússola conversa com Felipe Maffei para conhecer mais sobre as inovações da Elo.

Bússola: Como o investimento em mobilidade e as novas parcerias se encaixam na estratégia da Elo de expansão da oferta de pagamentos sem contato físico?

Felipe Maffei: O investimento em mobilidade agrega valor para nossos clientes ao oferecer uma solução de pagamento prática, que garante transações rápidas, seguras e sem contato físico. Isso facilita o dia a dia ao evitar filas e o uso de cédulas e moedas.  Valorizamos a flexibilização da jornada de compra e acreditamos que a possibilidade de escolher a forma de pagamento do transporte, seja ônibus, metrô, barcas ou pedágios, tem um enorme valor para o cliente.

Bússola: Os pagamentos por aproximação cresceram 374% de 2019 para 2020, segundo a ABECS, conquistando milhões de brasileiros que nunca haviam testado essa forma de pagamento. Esse número reflete a ampliação de uso de pagamento com NFC na Elo?

Felipe Maffei: Sim, nossos clientes aderiram à tecnologia e tem optado pelo pagamento por aproximação. O NFC oferece a possibilidade de pagamento rápido, seguro e sem contato físico, que é ideal para o contexto atual. A partir da experiência com o uso da tecnologia, observamos que nossos clientes tem preferido e fidelizado essa modalidade.

Bússola: Quais são os segmentos mais populares de compras por aproximação de clientes Elo?

Felipe Maffei: De forma geral, percebemos um alto crescimento em todos os segmentos, com a popularização desta forma de uso do cartão. Os destaques são mercados e supermercados, lanchonetes, padarias, drogarias/farmácias e postos de gasolina.

Atualmente, estamos focados na mobilidade pela relevância deste tema com os brasileiros. O deslocamento urbano seja a trabalho ou lazer requer comodidade e praticidade e entendemos que esse é um segmento promissor que carece de outras modalidades de pagamento.

Com informações do site: Exame.com