quarta-feira, 27 de outubro de 2021

IPVA deverá ficar mais caro em 2022


Foto: Reprodução
O IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) poderá pesar no bolso do brasileiro a partir de 2022. O imposto deve ser quitado anualmente pelos donos de carros, motos, caminhões, ônibus e demais veículos automotores registrados, inclusive tratores.

O valor cobrado no IPVA, é direcionado à Secretaria de Fazenda do respectivo estado que, então, o divide da seguinte forma:

Governo estadual (40%)
Municipal (20%)
Os valores restantes (20% para o Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Neste ano, o mercado automotivo brasileiro vem sofrendo com a inflação e a alta do dólar, fazendo o preço dos carros novos e usados ter um aumento em seus preços mensalmente. Para algumas pessoas, isso é motivo de comemoração, porque o carro usado passou a valer mais.

O IPVA tem uma cobrança de até 4% do valor do veículo segundo a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – Fipe, sendo que em alguns estados pode variar entre 2% e 3,75%. Normalmente, o proprietário de um veículo vem pagando um valor cada vez menor anualmente, em alguns estados existe até a isenção do pagamento do IPVA após um certo período.

Um dos motivos para o IPVA ficar mais caro está no fato da produção de veículos 0 km no Brasil atualmente não está mais acompanhando a demanda. Outro motivo, é a desvalorização do real nos últimos dois anos, pressionando os custos das montadoras. Desta forma, comprar um carro novo está ficando cada vez mais caro.

Quanto deve custar o IPVA em 2022?
Acessando o site da Fipe, você consegue calcular o valor do IPVA do seu carro em 2022. Multiplique o valor do veículo no mês de setembro pela alíquota (verificada no site). Divida o resultado por 100 e você terá o valor do imposto.

Exemplo
O seu carro tem um valor de R$ 30 mil (no estado de São Paulo), pagando 4% de alíquota. Veja como fica a conta:

30.000 x 4 = 120.000
120.000 ÷ 100 = 1.200

Por exemplo, o sedã Toyota Corolla XEI 2015, que no início do ano custava R$ 67.293 subiu de valor em setembro, passando a custar R$ 78.341. Com isso, o IPVA do sedã vai passar de R$ 2.691,72 para R$ 3.133,64.

A Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) divulgou dados que mostram que somente entre os meses de fevereiro de 2020 e julho deste ano, o preço dos veículos zero-quilômetro tiveram uma alta de 19,9%. No caso dos seminovos, independente do ano e modelo, a alta no mesmo período chegou a 24,4%.

Com a alta nos preços dos veículos, você, meu amigo, vai desembolsar uma boa grana para pagar o IPVA no ano que vem, que será bem maior do que foi pago em 2021.

Com informações do site: jornalcontabil